sicnot

Perfil

Mundo

Manuel Valls pede aos ferroviários que suspendam a greve devido à situação do país

Perante o cenário de cheias, o primeiro-ministro francês considera que a greve dos ferroviários é totalmente incompreensível. Manuel Valls apelou aos trabalhadores para que retomem o trabalho o mais rapidamente possível, até porque as inundações afetam parte da rede ferroviária a sul de Paris.

© Charles Platiau / Reuters

O primeiro ministro falou em "solidariedade" e sentido de responsabilidade, para pedir que os ferroviários ponham fim à greve que começaram há quatro dias por tempo indeterminado. O protesto insere-se no movimento geral de contestação à reforma da lei do trabalho do atual governo socialista francês.

  • Zonas nos arredores de Paris são as mais afetadas pelas cheias
    1:37

    Mundo

    A França continua inundada devido à subida do nível das águas do rio Sena. A SIC falou hoje com um vereador na Câmara de Paris que relata que neste momento os barcos não podem navegar, há vários restaurantes inundados e danificados. Contudo, garante que as situações mais preocupantes, que têm originado mais chamadas para as autoridades, são fora da capital francesa.

  • França enfrenta as piores cheias em mais de 50 anos
    4:08

    Mundo

    França está a viver as piores cheias em mais de 50 anos. Em Paris, o nível da água do Rio Sena continua a aumentar. A capital francesa está em risco máximo de inundações. A uma semana do início do Europeu de futebol, há museus, escolas, linhas de metro que estão encerradas.

  • Chuvas em França podem piorar até ao meio-dia de sexta-feira
    1:41

    Mundo

    As chuvas em França podem vir a piorar e a cair com mais intensidade até ao meio-dia desta sexta-feira, segundo explica o correspondente do Expresso em Paris. Daniel Ribeiro diz também que, além da capital francesa, várias zonas do centro do país estão a ser afetadas pelas inundações.

  • Cinco mortos provocados pelo tufão Hato em Macau
    1:13
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.