sicnot

Perfil

Mundo

Mohamed Ali foi "campeão mundial a favor da igualdade e da paz"

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, classificou hoje o pugilista Mohamed Ali como "um campeão mundial a favor da igualdade e da paz" e destacou a sua luta contra a discriminação racial.

Ban Ki-moon, secretário geral da ONU.

Ban Ki-moon, secretário geral da ONU.

© Denis Balibouse / Reuters

O ex-campeão mundial de boxe morreu na sexta-feira, aos 74 anos, num hospital da cidade norte-americana de Phoenix, onde estava internado, devido a complicações respiratórias.

Em comunicado, Ban Ki-moon expressou que Mohamed Ali "foi um campeão mundial a favor da igualdade e da paz", destacando a sua "incomparável combinação de princípios, encanto, engenho e excelência".

Segundo o secretário-geral das Nações Unidas, o pugilista "lutou para conseguir um melhor mundo e usou a sua plataforma para ajudar a melhorar a Humanidade".

Mohamed Ali foi nomeado mensageiro da paz da ONU, em 1998, mas, nos anos 70, já tinha apoiado a ONU nas campanhas contra a discriminação racial e a injustiça.

Ban Ki-moon recordou que, na abertura dos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, teve "a honra" de levar a bandeira olímpica, juntamente com Mohamed Ali.

Lusa

  • Morreu Muhammad Ali
    2:02

    Desporto

    Depois de um combate de 32 anos contra a doença de Parkinson, o pugilista e campeão mundial morreu esta sexta-feira aos 74 anos, num hospital em Phoenix, no estado do Arizona, nos Estados Unidos.

  • Morreu Muhammad Ali aos 74 anos

    Desporto

    O lendário ex-campeão mundial de boxe, na categoria de pesos pesados, Muhammad Ali, morreu na sexta-feira aos 74 anos, num hospital em Phoenix, no estado do Arizona, nos Estados Unidos, anunciou a família em comunicado.

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.