sicnot

Perfil

Mundo

Aliança liderada pelo Podemos poderá ultrapassar socialistas nas eleições espanholas

A coligação de esquerda liderada pelo Podemos poderá ultrapassar os socialistas na repetição das eleições gerais que se realizam em Espanha a 26 de junho, segundo três sondagens hoje divulgadas.

© Andrea Comas / Reuters

As sondagens hoje publicadas pelos diários El Pais, El Mundo e Espanol indicam que o Partido Popular do primeiro-ministro conservador, Mariano Rajoy, está, no entanto, em primeiro lugar com 27,7% a 31% dos votos, aquém da maioria parlamentar.

Este resultado é comparável ao que o Partido Popular (PP) espanhol obteve a 20 de dezembro nas eleições gerais (28,7%) e que não permitiu que houvesse uma maioria parlamentar e se formasse um governo.

Os socialistas do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), contudo, poderão descer do segundo para o terceiro lugar, com 20,2% a 21,6% dos votos, enquanto a aliança Unidos Podemos, que congrega o Podemos e a Esquerda Unida, poderia alcançar entre 23,7% a 25,6% dos votos.

Os socialistas há muito tempo lideram a esquerda em Espanha, mas têm vindo a perder apoio desde as eleições gerais de 2011, quando foram afastados do poder pelo Partido Popular.

Em dezembro passado, os socialistas obtiveram 22% dos votos, logo seguidos pelo Podemos com 20,7%.

O Podemos, partido que apoia o Syriza na Grécia, formou em maio uma aliança com a Esquerda Unida, para concorrer em conjunto às eleições de 26 de junho.

O partido centrista Ciudadanos poderá alcançar entre 14%a 16,6% dos votos, segundo as sondagens hoje divulgadas pelos três jornais espanhóis, quando em dezembro de 2015 obteve 13,9% dos votos.

O Podemos liderado por Pablo Iglesias e os seus aliados da Esquerda Unida tem vindo a adotar um tom mais conciliador com os socialistas, o que poderá vir a facilitar a formação de um governo depois das eleições.

Se os resultados das sondagens se confirmarem nas urnas, a 26 de junho, os socialistas terão de enfrentar "uma escolha difícil", de acordo com os três diários espanhóis.

Ao terem de apoiar o Partido Popular para formar governo, os socialistas correm o risco de alienarem os apoiantes mais à esquerda e se apostarem num governo do Podemos estarão a comprometer o apoio dos seus eleitores mais ao centro.

A Espanha está a ser governada por um executivo de gestão, com poderes limitados, desde 20 de dezembro passado.

As três sondagens eleitorais realizaram-se entre 31 maio e 3 de junho.

Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.