sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 23 milhões de peruanos elegem hoje novo Presidente

Cerca de 23 milhões de peruanos vão hoje às urnas para escolher o novo Presidente: a candidata da direita populista Keiko Fujimori, filha de um ex-Presidente, ou o ex-banqueiro de Wall Street Pedro Pablo Kuczynski, de centro-direita.

Fotos dos candidatos presidenciais Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski num ritual para prever quem sairá vencedor.

Fotos dos candidatos presidenciais Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski num ritual para prever quem sairá vencedor.

© Mariana Bazo / Reuters

A dois dias das eleições, as sondagens davam-lhes um empate técnico, depois de Fujimori, de 41 anos, ter perdido, na reta final da renhida corrida, a margem superior a cinco pontos percentuais que até então detinha para o adversário, de 77 anos.

Ambos os candidatos prometeram combater o crime e criar emprego no país, uma das mais fortes economias da região.

Mas, após a sondagem realizada a uma semana do escrutínio que dava a Fujimori um avanço de 5,3 pontos percentuais, ela enfrentou um debate televisivo difícil com Kuczynski e uma manifestação maciça contra ela em Lima, a 31 de maio.

Um dia antes, a 30 de maio, a candidata que ocupou o terceiro lugar na primeira volta das eleições, a esquerdista Veronika Mendoza, anunciou o seu apoio a Kuczynski.

O diretor da consultora e empresa de sondagens CPI, Manuel Saavedra, estimou que, a dois dias do escrutínio, havia ainda cerca de 5% de eleitores indecisos, o que considerou suficiente para virar o resultado contra a conservadora populista Fujimori, que é popular nas comunidades rurais pobres mas tem também uma elevada taxa de desaprovação.

Muitos peruanos associam-na ao autoritarismo do pai, Alberto Fujimori, que se encontra a cumprir pena de prisão por corrupção e massacre de opositores por ele acusados de terrorismo.

Lusa

  • Depois do Fogo
    0:25

    Reportagem Especial

    Uma semana depois do incêndio de Pedrogão Grande são muitas as histórias de perda e de sobrevivência, mas também de solidariedade de pessoas anónimas, que não dormiram durante dias a fio, para apoiar na logística do difícil combate ao incêndio florestal mais mortífero de que há memória. Depois do Fogo, hoje no Jornal da Noite.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.