sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 23 milhões de peruanos elegem hoje novo Presidente

Cerca de 23 milhões de peruanos vão hoje às urnas para escolher o novo Presidente: a candidata da direita populista Keiko Fujimori, filha de um ex-Presidente, ou o ex-banqueiro de Wall Street Pedro Pablo Kuczynski, de centro-direita.

Fotos dos candidatos presidenciais Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski num ritual para prever quem sairá vencedor.

Fotos dos candidatos presidenciais Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski num ritual para prever quem sairá vencedor.

© Mariana Bazo / Reuters

A dois dias das eleições, as sondagens davam-lhes um empate técnico, depois de Fujimori, de 41 anos, ter perdido, na reta final da renhida corrida, a margem superior a cinco pontos percentuais que até então detinha para o adversário, de 77 anos.

Ambos os candidatos prometeram combater o crime e criar emprego no país, uma das mais fortes economias da região.

Mas, após a sondagem realizada a uma semana do escrutínio que dava a Fujimori um avanço de 5,3 pontos percentuais, ela enfrentou um debate televisivo difícil com Kuczynski e uma manifestação maciça contra ela em Lima, a 31 de maio.

Um dia antes, a 30 de maio, a candidata que ocupou o terceiro lugar na primeira volta das eleições, a esquerdista Veronika Mendoza, anunciou o seu apoio a Kuczynski.

O diretor da consultora e empresa de sondagens CPI, Manuel Saavedra, estimou que, a dois dias do escrutínio, havia ainda cerca de 5% de eleitores indecisos, o que considerou suficiente para virar o resultado contra a conservadora populista Fujimori, que é popular nas comunidades rurais pobres mas tem também uma elevada taxa de desaprovação.

Muitos peruanos associam-na ao autoritarismo do pai, Alberto Fujimori, que se encontra a cumprir pena de prisão por corrupção e massacre de opositores por ele acusados de terrorismo.

Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.