sicnot

Perfil

Mundo

Empate técnico na corrida às presidências no Peru

Os candidatos Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski, que disputam hoje a presidência do Peru numa segunda volta, mantêm um empate técnico, segundo as sondagens à boca da urna divulgadas no fecho das mesas de votação.

© Pilar Olivares / Reuters

A candidata da Força Popular, Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, preso por crimes contra a humanidade, e o antigo primeiro-ministro, Pedro Pablo Kuczynski, do PPK, aspiram a suceder a Ollanta Humala no cargo, no período 2016-2021.

A sondagem da Ipsos dá uma ligeira vantagem de oito décimas a Kuczynski, ao conceder-lhe 50,4% frente aos 49,6% de Keiko.

O mesmo acontece com a sondagem da GfK, que dá uma vantagem ao candidato do PPK, enquanto a da CPI coloca Fujimori na frente, com 51,1% dos votos, e o antigo primeiro-ministro com 48,9%.

No entanto, todas apontam que se trata de um empate técnico.

As empresas de sondagens adiantaram que irão divulgar a sua contagem rápida dos votos às 19:00 locais (01:00 de segunda-feira, hora de Lisboa), mas os primeiros dados oficiais dados pela ONPE, organismo encarregado de executar os atos eleitorais, são esperados cerca das 21:00 em Lima (03:00 em Lisboa).

Cerca de 23 milhões de eleitores estavam convocados para escolher hoje o seu novo chefe de Estado.

Fujimori ganhou a primeira volta das eleições presidenciais, que decorreu a 10 de abril, ao obter 39,85% dos votos, à frente do Kuczynski, com 21,01%, o segundo candidato mais votado.

A 30 de maio, a candidata que ocupava o terceiro lugar na primeira volta das eleições, a esquerdista Veronika Mendoza, anunciou o seu apoio a Kuczynski.

A conservadora Fujimori é popular nas comunidades rurais mais pobres, mas também conta com uma elevada taxa de desaprovação, segundo as sondagens reveladas na semana passada.

Muitos peruanos associam-na ao autoritarismo do pai, Alberto Fujimori, que se encontra a cumprir pena de prisão por corrupção e massacre de opositores por ele acusados de terrorismo.

Ambos os candidatos prometeram combater o crime e criar emprego no setor de exportação mineira, que faz do país uma das economias mais fortes da região.

Lusa

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contigo" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Cozido ou empanadas chilenas para o jantar?
    5:20

    Taça das Confederações

    Portugal e Chile defrontam-se esta quarta-feira em jogo das meias-finais da Taça das Confederações. O jornalista Gonçalo Azevedo Ferreira fala sobre as previsões da imprensa chilena para o encontro, revela alguns dados sobre as presenças de Portugal e Chile em grandes competições e mostra, através das redes sociais, o lado mais descontraído da antevisão deste duelo.

  • Portugal vai pagar 3.500 milhões ao FMI até agosto
    1:18

    Economia

    Portugal vai pagar, até agosto, 3.500 milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional. Mil milhões seguem já na sexta-feira. A antecipação do pagamento foi esta quarta-feira formalmente autorizada pelos parceiros e credores europeus.

  • Trump volta a criticar as chamadas "fake news"

    Mundo

    O Presidente norte-americano voltou a criticar aquilo a que chama de "fake news", em português "notícias falsas". Através da rede social twitter, Donald Trump diz que o jornal New York Times "nem sequer liga para verificar os factos e que, por isso, dá notícias falsas".

  • Família Obama de férias na Indonésia

    Mundo

    Das águas claras de Bali aos encantos dos templos de Java, o antigo Presidente norte-americano Barack Obama levou a esposa e as filhas de férias numa aventura de (re)descobertas por um país onde Obama viveu durante quatro anos da sua infância.

    SIC

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.