sicnot

Perfil

Mundo

Empate técnico na corrida às presidências no Peru

Os candidatos Keiko Fujimori e Pedro Pablo Kuczynski, que disputam hoje a presidência do Peru numa segunda volta, mantêm um empate técnico, segundo as sondagens à boca da urna divulgadas no fecho das mesas de votação.

© Pilar Olivares / Reuters

A candidata da Força Popular, Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, preso por crimes contra a humanidade, e o antigo primeiro-ministro, Pedro Pablo Kuczynski, do PPK, aspiram a suceder a Ollanta Humala no cargo, no período 2016-2021.

A sondagem da Ipsos dá uma ligeira vantagem de oito décimas a Kuczynski, ao conceder-lhe 50,4% frente aos 49,6% de Keiko.

O mesmo acontece com a sondagem da GfK, que dá uma vantagem ao candidato do PPK, enquanto a da CPI coloca Fujimori na frente, com 51,1% dos votos, e o antigo primeiro-ministro com 48,9%.

No entanto, todas apontam que se trata de um empate técnico.

As empresas de sondagens adiantaram que irão divulgar a sua contagem rápida dos votos às 19:00 locais (01:00 de segunda-feira, hora de Lisboa), mas os primeiros dados oficiais dados pela ONPE, organismo encarregado de executar os atos eleitorais, são esperados cerca das 21:00 em Lima (03:00 em Lisboa).

Cerca de 23 milhões de eleitores estavam convocados para escolher hoje o seu novo chefe de Estado.

Fujimori ganhou a primeira volta das eleições presidenciais, que decorreu a 10 de abril, ao obter 39,85% dos votos, à frente do Kuczynski, com 21,01%, o segundo candidato mais votado.

A 30 de maio, a candidata que ocupava o terceiro lugar na primeira volta das eleições, a esquerdista Veronika Mendoza, anunciou o seu apoio a Kuczynski.

A conservadora Fujimori é popular nas comunidades rurais mais pobres, mas também conta com uma elevada taxa de desaprovação, segundo as sondagens reveladas na semana passada.

Muitos peruanos associam-na ao autoritarismo do pai, Alberto Fujimori, que se encontra a cumprir pena de prisão por corrupção e massacre de opositores por ele acusados de terrorismo.

Ambos os candidatos prometeram combater o crime e criar emprego no setor de exportação mineira, que faz do país uma das economias mais fortes da região.

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.