sicnot

Perfil

Mundo

Forças iraquianas encontram vala comum com cerca de 400 corpos perto de Fallujah

Forças iraquianas encontraram hoje cerca de 400 corpos numa vala comum na localidade de Saqlawiy, a noroeste de Fallujah, na maioria de soldados executados pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), em 2014 e 2015, informou um oficial.

© Alaa Al-Marjani / Reuters

A descoberta surge após a reconquista pelas forças iraquianas de uma área próxima de Fallujah, cidade na qual o EI tem usado milhares de civis como escudos humanos.

A agência de notícias francesa AFP indica que a vala comum foi descoberta no bairro de Shuhada "durante uma operação de desminagem", de acordo com um oficial das forças iraquianas.

Um número crescente de famílias que têm chegado a campos de refugiados no sul de Fallujah conta episódios marcantes acerca da atuação dos 'jihadistas', que dispararam enquanto fugiam.

Segundo esses relatos, há dezenas de milhares de pessoas que estarão presas dentro da cidade.

Lusa

  • ONU acusa jihadistas de usarem civis como escudos humanos em Fallujah
    1:51

    Daesh

    Cerca de 3 mil e 700 civis terão já conseguido fugir de Fallujah, tomada pelo Daesh e cercada pelas forças iraquianas. As Nações Unidas continuam a apelar à abertura de passagens seguras que permitam a saída dos milhares de civis mas os jihadistas estão a reter os habitantes e a usá-los como escudo humano. O primeiro-ministro iraquiano adiou assalto ao centro da cidade por temer segurança dos civis. A UNICEF alerta que cerca de 20 mil crianças estão presas em Fallujah.

  • 2,1%. As reações ao défice de 2016

    Economia

    O défice orçamental ficou mesmo nos 2,1% do PIB. Os partidos já reagiram àquele que é o valor mais baixo em democracia.

  • Comboios Alfa vão ter bancos com tomadas elétricas e wi-fi
    2:06
  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Nus e acorrentados em frente a Auschwitz

    Mundo

    Catorze pessoas com idades entre os 20 e os 27 anos despiram-se e acorrentaram-se em frente ao portão de Auschwitz, antigo campo de concetração nazi na Polónia, depois de terem degolado um carneiro. Ninguém sabe ainda porquê.

  • A coleção de gerigonças de Ana Catarina Mendes
    1:51
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33
  • Viaduto de Alcântara condicionado
    1:36

    País

    O viaduto de Alcântara, em Lisboa, continua com o trânsito condicionado mas apenas sobre o tabuleiro e no sentido Alcântara Terra - Alcântara Mar. A circulação só será reposta depois de uma nova vistoria, ainda sem data marcada.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07