sicnot

Perfil

Mundo

Mergulhadora de 60 anos morre após ataque de tubarão na Austrália

O ataque de um tubarão provocou a morte a uma mergulhadora na costa ocidental da Austrália. Trata-se de uma mulher de 60 anos que se encontrava em mergulho com um colega num popular recife perto da cidade de Perth. Um grupo de homens que se encontrava por perto, num barco, apercebeu-se do ataque e prestou uma primeira asistência.

Este é o segundo ataque mortal em menos de uma semana, na mesma zona. Na passada terça-feira, um surfista ficou sem uma perna na sequência do incidente. Acabou por morrer dias depois, devido à gravidade dos ferimentos.

  • Jovem fica sem perna após ataque de tubarão na Austrália
    0:33

    Mundo

    Um surfista australiano ficou gravemente ferido depois de ser atacado por um tubarão branco numa praia da zona ocidental do país. O jovem de 29 anos ficou sem a perna e mantém-se internado no hospital de Perth, em estado crítico. O animal terá mais de 3 metros de comprimento. As autoridades martítimas capturaram um animal de porte semelhante mas não esclarecem se terá sido o responsável pelos ferimentos do surfista. Só no ano passado, 98 pessoas foram atacadas por tubarões na Austrália. Um jornalista de um jornal local testemunhou os instantes seguintes ao ataque e descreve o que viu.

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".