sicnot

Perfil

Mundo

Condenados na Índia cinco homens por violação de turista dinamarquesa em 2014

O tribunal de Nova Deli, na Índia, condenou hoje cinco homens pela violação coletiva de uma turista dinamarquesa em 2014.

reuters

Os cinco homens foram considerados culpados de violação e roubo de uma mulher de 52 anos, que foi coagida com uma arma branca, depois de se ter perdido no regresso ao seu hotel no centro de Nova Deli.

A sentença vai ser conhecida na quinta-feira, 09 de junho.

Três acusados no âmbito do mesmo caso estão a ser julgados em separado, através do sistema de justiça juvenil.

Outro homem, o nono acusado no caso, um adulto, morreu antes de o julgamento terminar.

A mulher dinamarquesa viajava sozinha e abordou um grupo de homens para pedir direções para regressar ao local onde estava alojada.

O ataque, em janeiro de 2014, foi o mais recente de uma série de ataques sexuais que envolveram estrangeiros na Índia.

O Governo indiano endureceu as penas de prisão pelo crime de violação e reformulou os procedimentos da polícia, na sequência de uma violação coletiva de uma estudante de medicina num autocarro em movimento em Nova Deli, em 2012, que resultou dias depois na morte da vítima.

Deputados indianos aprovaram em 2015 uma lei que permite punições mais severas para jovens dos 16 aos 18 anos, após protestos contra a libertação de um jovem condenado por participação numa violação em grupo em 2012.

O jovem condenado no caso da violação mortal da estudante de medicina Jyoti Singh em dezembro de 2012 cumpriu três anos de prisão.

As alterações à lei, pedidas nos protestos, permitem que os menores entre os 16 e os 18 possam ser condenados a pelo menos sete anos de prisão em centros para infratores juvenis, caso sejam condenados por "crimes hediondos", incluindo violação e homicídio.

  • Voluntários portugueses rumam ao México com cães de salvamento
    1:59

    Mundo

    Nuno Vieira e Marco Saraiva são voluntários de Braga. Com os seus dois cães, "Koi" e "Yuki", formam uma equipa de resgate e partem esta noite para o México, para ajudar na busca e salvamento de vítimas do terramoto que abalou o país esta terça-feira. A equipa portuguesa faz parte de uma ONG espanhola.

  • Furacão Maria deixa rasto de destruição em Porto Rico
    1:16
  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • DGS garante que não há perigo de dengue
    2:09
  • Episódio da Abelha Maia censurado por queixas de obscenidade

    Cultura

    A plataforma digital Netflix viu-se obrigada a retirar um episódio da Abelha Maia depois das queixas de pais norte-americanos por causa de um "desenho obsceno", em forma de pénis. Aparentemente, terá sido só removido para quem acede nos EUA dado que, ao que a SIC pôde constatar, a partir de Portugal o episódio 35 está disponível.

  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.

  • Restaurante em prisão na Colômbia serve comida confecionada por detidas
    1:04