sicnot

Perfil

Mundo

Condenados na Índia cinco homens por violação de turista dinamarquesa em 2014

O tribunal de Nova Deli, na Índia, condenou hoje cinco homens pela violação coletiva de uma turista dinamarquesa em 2014.

reuters

Os cinco homens foram considerados culpados de violação e roubo de uma mulher de 52 anos, que foi coagida com uma arma branca, depois de se ter perdido no regresso ao seu hotel no centro de Nova Deli.

A sentença vai ser conhecida na quinta-feira, 09 de junho.

Três acusados no âmbito do mesmo caso estão a ser julgados em separado, através do sistema de justiça juvenil.

Outro homem, o nono acusado no caso, um adulto, morreu antes de o julgamento terminar.

A mulher dinamarquesa viajava sozinha e abordou um grupo de homens para pedir direções para regressar ao local onde estava alojada.

O ataque, em janeiro de 2014, foi o mais recente de uma série de ataques sexuais que envolveram estrangeiros na Índia.

O Governo indiano endureceu as penas de prisão pelo crime de violação e reformulou os procedimentos da polícia, na sequência de uma violação coletiva de uma estudante de medicina num autocarro em movimento em Nova Deli, em 2012, que resultou dias depois na morte da vítima.

Deputados indianos aprovaram em 2015 uma lei que permite punições mais severas para jovens dos 16 aos 18 anos, após protestos contra a libertação de um jovem condenado por participação numa violação em grupo em 2012.

O jovem condenado no caso da violação mortal da estudante de medicina Jyoti Singh em dezembro de 2012 cumpriu três anos de prisão.

As alterações à lei, pedidas nos protestos, permitem que os menores entre os 16 e os 18 possam ser condenados a pelo menos sete anos de prisão em centros para infratores juvenis, caso sejam condenados por "crimes hediondos", incluindo violação e homicídio.

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano