sicnot

Perfil

Mundo

Estudo confirma aborígenes como os primeiros habitantes da Austrália

Uma nova análise a restos de esqueletos do Homem do Mungo, que habitou uma zona remota da Austrália há 40.000 anos, confirmou que os aborígenes foram os primeiros habitantes do país, segundo um estudo publicado hoje.

reuters

O estudo, publicado na revista científica PNAS, refuta outra investigação de 2001, que indicava que os restos do Homem do Mungo, os mais antigos encontrados no país, provinham de uma linhagem extinta de seres humanos que ocuparam a Austrália antes dos aborígenes.

"Agora podemos, com uma melhor tecnologia, repetir o que o estudo original descobriu e assim provar que a evidência de que os aborígenes não foram os primeiros australianos não tem fundamento", disse o autor do estudo, David Lambert, da Universidade Griffith, na Austrália.

O estudo anterior, realizado por uma equipa liderada por Greg Adcock, da Universidade Nacional Australiana, analisou o ADN dos restos fósseis do Homem do Mungo, um caçador-recolector que viveu na região dos lagos de Willandra, numa zona remota do oeste do estado de Nova Gales do Sul.

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.