sicnot

Perfil

Mundo

Explosão em Istambul faz pelo menos 11 mortos

Uma explosão fez hoje pelo menos 11 mortos e mais de 30 feridos no centro de Istambul, na Turquia. De acordo com a imprensa, o alvo era um veículo da polícia turca que passava no local à altura do ataque. A explosão aconteceu perto de uma paragem de autocarro, numa altura muito movimentada no centro histórico da cidade turca.

© Osman Orsal / Reuters

© Osman Orsal / Reuters

"Sete polícias e quatro civis perderam a vida no ataque que tinha como alvo as autoridades policiais", especificou o governador do bairro histórico de Beyazite, em Istambul, onde ocorreu o atentado.

De acordo com as primeiras informações, a bomba foi ativada através de controlo remoto.

A cadeia de televisão CNNTürk indica que várias ambulâncias e carros da polícia deslocaram-se para o local da explosão, onde imagens mostram vários veículos calcinados.

A polícia isolou a área, não permitindo o acesso até 500 metros do local do atentado.

A Turquia permanece há vários meses em estado de alerta devido a uma sucessão de ataques relacionados com o conflito curdo ou atribuídos ao grupo Estado Islâmico (EI).

Em fevereiro e março, dois atentados com viatura armadilhada provocaram cerca ade 60 mortos no centro de Ancara, a capital turca. Foram reivindicados pelos Falcões da liberdade do Curdistão (TAK), um grupo radical e dissidente do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que em 1984 desencadeou uma rebelião armada contra o Estado turco pela autonomia do Curdistão turco, com provocou mais de 40 mil mortos.

A 12 de maio, oito pessoas ficaram feridas na explosão de uma viatura armadilhada perto de um quartel militar na zona asiática de Istambul.

A Turquia tem levado a cabo uma ofensiva contra o PKK no sudeste do país, de maioria curda, na sequência do fim do cessar-fogo de dois anos, no verão de 2015.

Última atualização às 09:29/Com Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.