sicnot

Perfil

Mundo

Rebanho de mil ovelhas apareceu de surpresa em Huesca, Espanha

Um rebanho de mais de mil ovelhas apareceu de surpresa esta madrugada na cidade de Huesca e andou por uma avenida até a polícia local conseguir reconduzi-las até ao lugar de onde escaparam sem o pastor reparar.

reuters

Segundo disseram fontes municipais à agência espanhola EFE, o rebanho esperava nos arredores da cidade no nordeste de Espanha para ir para os pastos dos Pirenéus, onde o pastor levava o gado para passar o verão.

As fontes citadas explicaram que, enquanto dormia, o pastor não se apercebeu que as ovelhas começaram a ir para a cidade, por onde passam os rebanhos migratórios para irem para a montanha.

Às 04:30 da madrugada, a polícia local foi informada - através do serviço de emergência 112 - da situação e deu os primeiros passos para controlar o gado e encontrar o pastor, que estava a dormir.

Finalmente, o rebanho - formado por cerca de 1.300 ovelhas - foi reconduzido pelos agentes da polícia e pelo próprio pastor até ao lugar de onde tinham partido para esperar pela hora prevista para o pasto.

O rebanho atravessou finalmente a cidade pelas 07:00 da manhã, com o apoio da polícia local de Huesca.

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.