sicnot

Perfil

Mundo

Polícia afastado do caso de violação coletiva no Rio de Janeiro é exonerado

O delegado que tinha sido afastado da liderança da investigação à violação coletiva de uma adolescente brasileira no Rio de Janeiro, sendo acusado pela vítima de tê-la culpado pelo abuso, foi exonerado do cargo.

A informação da exoneração de Alessandro Thiers da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática consta de um comunicado da Polícia Civil, divulgado internamente na terça-feira e citado pela imprensa brasileira.

Segundo o jornal O Globo, que cita fontes da polícia, o delegado pediu para ser dispensado.

O Ministério Público do Rio de Janeiro tinha solicitado a abertura de um inquérito para investigar a conduta de Alessandro Thiers no caso da violação coletiva de uma jovem de 16 anos no dia 22 de maio.

Segundo declarações da jovem, ela foi violada por 33 homens armados, que depois publicaram nas redes sociais vídeos e fotos do crime, que servem de prova.

De acordo com a defesa da vítima, que pediu o afastamento de Alessandro Thiers do caso, ele chegou a perguntar à adolescente se ela "tinha o hábito" de participar em orgias.

O caso da violação da adolescente por mais de 30 homens abalou o Brasil e colocou o país a discutir a "cultura da violação".

Segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma mulher é violada a cada onze minutos no país.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.