sicnot

Perfil

Mundo

Presidente turco ratifica lei que dita fim da imunidade parlamentar

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ratificou na terça¬-feira a controversa lei que permite levantar a imunidade de quase 150 deputados, sobretudo da ala pró-curda, informa a imprensa local.

Recep Tayyip Erdogan, Presidente da Turquia.

Recep Tayyip Erdogan, Presidente da Turquia.

© Umit Bektas / Reuters

O Parlamento turco aprovou, a 20 de maio, uma reforma constitucional que implica o levantamento da imunidade aos deputados que estejam sob investigação judicial.

A esquerda pró-curda considera a legislação um "golpe de Estado", já que afeta a grande maioria dos seus deputados.

Atualmente, 148 deputados de um total de 550 encontram-se expostos a processos judiciais, incluindo 50 dos 59 eleitos pelo Partido Democrático dos Povos (HDP, esquerda e pró-curdo), segundo o jornal Birgün.

O HDP é acusado pelo poder turco de ser o "braço político" do ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), considerado uma "organização terrorista" por Ancara, Washington e Bruxelas.

Lusa

  • Partidos exigem explicações sobre transferências para offshores entre 2011 e 2014

    Economia

    O PS junta-se ao PCP, o Bloco de Esquerda e o PSD no pedido para a audição urgente do antigo e o atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais sobre a falta de controlo do Fisco às transferências de dinheiro para paraísos fiscais. Em causa está a transferência de 10 mil milhões de euros para offshores. O CSD é o único partido que ainda não se pronunciou.