sicnot

Perfil

Mundo

Preso polícia brasileiro famoso por acompanhar detidos do Lava Jato

O polícia Newton Ishii, apelidado de "Japonês da Federal" e que ficou conhecido por acompanhar presos da Operação Lava Jato, foi preso terça-feira em Curitiba, pelo crime de facilitação de contrabando.

Newton Ishii e José Dirceu

Newton Ishii e José Dirceu

© Rodolfo Buhrer / Reuters

Newton Ishii e Marcelo Odebrecht

Newton Ishii e Marcelo Odebrecht

© Rodolfo Buhrer / Reuters

Atualmente no cargo de chefe substituto de Operações Especiais da Polícia Federal em Curitiba, Newton Ishii é responsável pela logística e escolta de presos.

Ao conhecer a decisão judicial, Newton Ishii apresentou-se espontaneamente na delegacia.

Segundo o advogado do agente, Oswaldo de Mello Junior, citado pelo portal de Internet G1, Newton Ishii foi condenado a quatro anos, dois meses e 21 dias no âmbito da Operação Sucuri, que descobriu o envolvimento de agentes na entrada de contrabando no país, pela fronteira com o Paraguai, em Foz do Iguaçu.

"O Superior Tribunal de Justiça (STJ) denegou um recurso que nós tínhamos recorrido na semana passada", disse o advogado.

Com a deflagração da Operação Lava Jato, que investiga o maior esquema de corrupção no país, envolvendo dezenas de políticas e várias empresas, Newton Ishii tornou-se famoso, ao aparecer ao lado de empreiteiros, operadores financeiros e políticos detidos.

A fama traduziu-se, inclusive, num tema de uma música, assinada pelo advogado e compositor Thiago Vasconcelos de Souza, que inclui o seguinte trecho: "Ai meu Deus, me dei mal. Bateu a minha porta, o japonês da Federal".

A detenção do agente está a ser abordada nas redes sociais, sendo alvo de piadas, como "japonês da federal diante do espelho falando 'are you talking to me'" (estás a falar comigo, em inglês).

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.