sicnot

Perfil

Mundo

Três mortos e mais de 30 feridos em explosão de bomba na Turquia

Três pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas na explosão de um carro armadilhado, esta manhã, numa esquadra na cidade de Midyat, na província turca de Mardinon, junto à fronteira com a Síria.

© Osman Orsal / Reuters

O ataque acontece numa região no sudeste, de maioria curda, um dia depois de 11 pessoas terem morrido na explosão de uma bomba, em Istambul. Ninguém reclamou a autoria do ataque de ontem - o quarto em Istambul registado este ano, mas os militantes curdos levam regularmente a cabo ataques com carros armadilhados contra esquadras da polícia.

Os rebeldes curdos e as forças governamentais retomaram os confrontos no ano passado, pondo fim a um cessar-fogo em vigor desde 2013, na sequência de negociações secretas entre o líder do PKK, Abdullah Ocalan, e o Estado turco.

Ancara tem levado a cabo uma intensa ofensiva contra o PKK - listado como grupo terrorista pelo Estado turco e pelos seus aliados ocidentais - conduzindo "operações de limpeza" em várias cidades do sudeste turco.

Vários grupos ativistas acusam as forças governamentais pela destruição de centros urbanos e pela morte de civis. O Governo considera que estas operações são essenciais para a segurança pública e culpa o PKK pelos estragos.

Mais de 40 mil pessoas morreram desde que o PKK decidiu iniciar uma luta armada, em 1984, pela constituição de um Estado curdo independente. Desde então, o grupo tem diminuído as suas exigências, que agora passam por "maior autonomia" e maiores "direitos culturais".

  • Explosão em Istambul faz pelo menos 11 mortos

    Mundo

    Uma explosão fez hoje pelo menos 11 mortos e mais de 30 feridos no centro de Istambul, na Turquia. De acordo com a imprensa, o alvo era um veículo da polícia turca que passava no local à altura do ataque. A explosão aconteceu perto de uma paragem de autocarro, numa altura muito movimentada no centro histórico da cidade turca.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.