sicnot

Perfil

Mundo

Obama autoriza postura mais agressiva das tropas norte-americanas no Afeganistão

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou as forças militares do seu país no Afeganistão a atacar mais diretamente os talibãs, grupo muçulmano extremista que ameaça o Governo de Cabul, disse hoje um responsável norte-americano.

© Carlos Barria / Reuters

Apesar da presença durante mais de 14 anos de milhares de elementos das tropas da NATO para apoiar as autoridades afegãs e dezenas de milhões em ajuda militar e civil, os talibãs estão a recuperar terreno.

As forças norte-americanas, que já são mentores no terreno das forças especiais afegãs, agora irão fornecer o mesmo suporte para o exército regular que luta contra os talibãs.

"As forças dos Estados Unidos irão fornecer um apoio mais ativo para o exército regular afegão em dois aspetos cruciais, especialmente através do apoio aéreo e acompanhando e aconselhando as forças convencionais afegãs no terreno e no ar", disse a fonte.

Diante dessa situação delicada no terreno, o Presidente Obama decidiu manter um contingente de 9.800 homens durante a maior parte de 2016.

Além disso, decidiu deixar 5.500 soldados num pequeno número de bases, em vez de remover a grande maioria das tropas e limitar a presença dos Estados Unidos a nível diplomática.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.