sicnot

Perfil

Mundo

Obama autoriza postura mais agressiva das tropas norte-americanas no Afeganistão

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou as forças militares do seu país no Afeganistão a atacar mais diretamente os talibãs, grupo muçulmano extremista que ameaça o Governo de Cabul, disse hoje um responsável norte-americano.

© Carlos Barria / Reuters

Apesar da presença durante mais de 14 anos de milhares de elementos das tropas da NATO para apoiar as autoridades afegãs e dezenas de milhões em ajuda militar e civil, os talibãs estão a recuperar terreno.

As forças norte-americanas, que já são mentores no terreno das forças especiais afegãs, agora irão fornecer o mesmo suporte para o exército regular que luta contra os talibãs.

"As forças dos Estados Unidos irão fornecer um apoio mais ativo para o exército regular afegão em dois aspetos cruciais, especialmente através do apoio aéreo e acompanhando e aconselhando as forças convencionais afegãs no terreno e no ar", disse a fonte.

Diante dessa situação delicada no terreno, o Presidente Obama decidiu manter um contingente de 9.800 homens durante a maior parte de 2016.

Além disso, decidiu deixar 5.500 soldados num pequeno número de bases, em vez de remover a grande maioria das tropas e limitar a presença dos Estados Unidos a nível diplomática.

Lusa

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC