sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco condena marginalização das pessoas com deficiência

O papa Francisco condenou hoje a marginalização das pessoas com deficiência, afirmando que a imagem do corpo perfeito se tornou um grande negócio e "qualquer coisa imperfeita tem de ser escondida".

© Tony Gentile / Reuters

As críticas do papa Francisco foram proferidas hoje perante 20 mil doentes e pessoas com deficiência, incluindo jovens com síndrome de Down e deficiência mental, na missa para o Jubileu do Doente, que decorreu na Praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano, em Roma.

Dirigindo-se aos doentes e às pessoas com deficiência, o papa afirmou que "o mundo não se torna melhor quando é composto apenas por pessoas aparentemente perfeitas, mas quando cresce a solidariedade entre as pessoas, a aceitação e o respeito mútuo".

O sumo pontífice condenou que se considere que "uma pessoa doente ou deficiente não pode ser feliz, porque é incapaz de realizar o estilo de vida imposto pela cultura do prazer e da diversão". Criticou também as sociedades em que o "cuidado com o corpo se converteu num mito de massas e, portanto, um negócio", em que oculta "o que é imperfeito", porque "vai contra a felicidade e tranquilidade dos privilegiados e coloca em causa o modelo em vigor.

Para o papa, compreender "o verdadeiro sentido da vida" passa por incluir "também a aceitação do sofrimento e da limitação."

"O modo como vivemos a doença e a incapacidade é um sinal de amor que estamos dispostos a oferecer", acrescentou.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Catarina Martins diz que é preciso ouvir os dois secretários de Estado sobre offshores
    1:27

    Economia

    O Bloco de Esquerda diz que participa com empenho em todas as comissões de inquérito, mas insiste que não faz sentido suspender o trabalho da comissão em curso sobre a Caixa Geral de Depósitos. Catarina Martins esteve esta manhã em Estremoz, onde comentou também o caso das transferências para offshores. A coordenadora do Bloco diz que é preciso ouvir os dois Secretários de Estado dos assuntos fiscais para perceber o que se passou.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.