sicnot

Perfil

Mundo

Autor do crime em Paris já tinha sido condenado por ligações a grupo jihadista

Autor do crime em Paris já tinha sido condenado por ligações a grupo jihadista

O Governo francês classifica o duplo homicídio de um polícia e da mulher, ontem à noite, nos arredores de Paris, como um "ato terrorista". O alegado homicida, de 25 anos, que foi depois abatido pela forças policiais, já tinha sido condenado por envolvimento num grupo jihadista.

  • Hollande classifica como "ato terrorista" o duplo homicídio de polícia e da mulher
    0:51

    Mundo

    O Governo francês classificou o duplo homicídio de um polícia e da mulher nos arredores de Paris como um "ato terrorista". O Presidente francês, François Hollande, esteve reunido de emergência com elementos do Governo e oficiais da polícia francesa, no final do encontro garantiu que o Executivo está totalmente mobilizado para enfrentar uma ameaça considerada elevada.

  • Homicídio de policia francês e mulher é "ato terrorista abjeto"

    Daesh

    O ministro do Interior francês classificou hoje o duplo homicídio de um polícia e da sua mulher nos arredores de Paris como um "ato terrorista abjeto". Um homem esfaqueou o polícia até à morte quando este chegava a casa e fez reféns a mulher e o filho, dentro da residência da família, na localidade de Magnanville.

  • Homem que matou polícia e mulher em França era do Daesh

    Daesh

    Um polícia francês e a mulher foram mortos em casa por um vizinho que pertencia ao Daesh, esta segunda-feira, na localidade de Magnanville, nos arredores de Paris. A agência ligada à organização terrorista Estado Islâmico anunciou entretanto que o ataque foi perpetado por um dos seus "combatentes". O homem já tinha sido condenado por ligações terroristas.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11