sicnot

Perfil

Mundo

Companhia aérea islâmica impedida de voar

Seis meses depois de começar a operar, a companhia aérea islâmica da Malásia, Rayani Air, foi impedida de voar por falta de segurança e por problemas administrativos.

ap

ap

ap

ap

O Departamento de Aviação Civil revogou a licença da companhia aérea. A medida segue-se a três meses de suspensão, depois da companhia ter falhado as regulamentações de voo e depois de ter sido conduzida uma auditoria de segurança.

A companhia aérea tem recebido um rol de reclamações sobre consecutivos cancelamento de voos. Em abril, enfrentou ainda greve de pilotos, por atrasos no pagamento de salários.

A companhia chegou a emitir bilhetes de embarque escritos à mão, em voos entre Kuala Lumpur e Kuchingg, o que levantou ainda mais suspeitas sobre os procedimentos de segurança.

A Rayani Air foi lançada em dezembro do ano passado e adotava a sharia como política comercial. Só servia comida halal, o álcool era proibido, a tripulação vestia apenas roupa considerada "simples" e antes de qualquer descolagem er aobrigatório fazer as orações.

Na sua frota tinha dois boeings 737-400, capazes de transportar 180 passageiros, oito pilotos e 50 membros da tripulação.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.