sicnot

Perfil

Mundo

Indiciado jovem detido com arsenal de armas antes da Marcha LGBT em Los Angeles

O jovem detido no domingo com um arsenal de armas de fogo e de explosivos, com intuito de se dirigir para a Marcha do Orgulho LGBT em Los Angeles, foi hoje formalmente acusado.

A polícia de Los Angeles já divulgou a James Howell tem 20 anos e foi detido quando se tentava dirigir para a marcha do orgulho gay com um arsenal de armas

A polícia de Los Angeles já divulgou a James Howell tem 20 anos e foi detido quando se tentava dirigir para a marcha do orgulho gay com um arsenal de armas

James Howell, de 20 anos, é alvo de três acusações de ordem penal. Está acusado de posse de um artefacto destrutivo na via pública, de uma arma automática e de munições de grande capacidade, de acordo com um comunicado do procurador de Los Angeles, Jackie Lacey.

Howell foi também acusado de um delito por posse de uma arma carregada dentro de um veículo.

Os procuradores pedem que a caução seja no valor de dois milhões de dólares (cerca de 1,784 milhões de euros), contra o meio milhão (cerca de 446 milhares de euros) pedido pela defesa.

Natural do estado do Indiana (norte dos Estados Unidos), James Howell foi preso na madrugada de domingo, em Santa Mónica, estância balnear adjacente a Los Angeles.

No seu veículo foram encontradas três armas automáticas, depósitos de munições de alta capacidade e um balde que continha cerca de 18 litros de produtos químicos para o desenvolvimento de um explosivo, afirmaram as autoridades.

O jovem foi preso depois de um residente de Santa Mónica chamar a polícia para relatar um "perseguidor", que bateu à sua porta e, em seguida, à sua janela.

Howell declarou à polícia, aquando da sua detenção, que pretendia dirigir-se para a Marcha do Orgulho da comunidade LGBT, um evento anual que, à semelhança dos anos anteriores, reuniu centenas de milhares de pessoas em Hollywood, umas horas antes do atentado numa discoteca gay em Orlando, onde 49 pessoas perderam a vida.

O FBI de Indianápolis "procedeu a uma busca ao domicílio de Howell, em Clark County, no estado do Indiana, na segunda-feira à noite, relacionada com o inquérito", precisou o porta-voz do FBI, Laura Eimiller, em comunicado.

As autoridades ainda não relataram nenhuma conexão entre Howell e o atentado em Orlando, o pior nos Estados Unidos desde o 11 de setembro de 2001.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.