sicnot

Perfil

Mundo

Manifestações contra reforma da lei laboral em França terminam com 26 feridos

Manifestações contra reforma da lei laboral em França terminam com 26 feridos

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas e quinze foram detidas em Paris, durante uma manifestação contra a reforma da lei do trabalho. As mudanças estão em fase de debate e o protesto foi organizado por vários sindicatos e por organizações de estudantes que dizem que as alterações vão levar à perda de direitos dos trabalhadores. Na Praça dos Inválidos, na capital francesa, os confrontos com a polícia. As autoridades responderam com gás lacrimógeneo. As greves de hoje fecharam a Torre Eiffel e interromperam ligações de transportes, numa altura em que milhares de adeptos estão em trânsito, em França, para assistir aos jogos do Euro 2016. Os protestos estenderam-se a outras cidades do país. O correspondente do Expresso em Paris, Daniel Ribeiro, relatou, por telefone, o que se passa por esta altura nas ruas de França.

  • Protestos contra reforma da lei laboral continuam em França
    2:12

    Mundo

    Os protestos continuam em Paris contra a reforma da lei laboral em França. As forças policiais também se manifestaram hoje contra a violência de que dizem estar a ser alvo nos protestos. Os manifestantes atearam fogo a um carro da polícia porque não foram autorizados a protestar na Praça da República. O carro-patrulha ficou destruído e os dois agentes ficaram feridos sem gravidade. Nos últimos dois meses, mais de 350 polícias ficaram feridos nas manifestações contra a reforma da lei laboral.

  • Valls recusa retirar reforma laboral mas admite alterações
    0:51

    Mundo

    O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, recusou hoje retirar a reforma laboral apesar dos protestos dos trabalhadores, contudo admite a possibilidade de introduzir alterações pontuais mas sem modificar a filosofia geral do texto. Numa entrevista televisiva, citada pelas agências de notícias internacionais, Valls considerou irresponsável a ação da Confederação Geral do Trabalho, que lidera o movimento contra o projeto de lei.

  • Tensão social em França a uma semana do Europeu
    1:31

    Mundo

    A uma semana do Europeu, a tensão social na França aumenta. Os trabalhadores das centrais nucleares voltam hoje à greve e prometem afetar a distribuição de energia. É mais um protesto contra a reforma da lei laboral. O SNCF é o transportador oficial do Euro 2016 e está em greve pela 8ª vez desde março.

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a secretaria regional de solidariedade social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho.Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.