sicnot

Perfil

Mundo

Melancia negra vendida por mais de quatro mil euros no Japão

Uma melancia preta da localidade de Toma, na ilha japonesa de Hokkaido, atingiu hoje o preço de 500 mil ienes (cerca de 4.120 euros) no primeiro leilão da temporada agrícola no Japão, informou hoje a agência nipónica Kyodo.

AP

A fruta, da variedade "densuke" e muito apreciada pela sua casca negra e brilhante e textura crocante, foi vendida no mercado de Asahikawa (Hokkaido) por um valor muito próximo do preço recorde de 650 mil ienes (5.431 euros) alcançado em 2008.

Um total de 260 melancias desta variedade foram leiloadas hoje no referido mercado e espera-se que durante a época sejam comercializadas cerca de 70 mil, ao preço estimado de 5.000 ienes a unidade (41 euros), explicou a cooperativa agrícola local.

Nestas datas é tradição no Japão leiloar os produtos agrícolas que marcam o início da época, com os primeiros exemplares, que atingem preços exorbitantes, a serem vendidos mais com objetivos publicitários e simbólicos do que lucrativos.

Em maio é também famoso o leilão em Hokkaido dos primeiros melões da variedade cantalupo, caracterizada pela sua polpa cor de laranja e sabor doce.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.