sicnot

Perfil

Mundo

Oscar Pistorius "deve pagar pelo seu crime", declara pai de Reeva Steenkamp

O atleta sul-africano Oscar Pistorius "deve pagar pelo seu crime", declarou hoje o pai de Reeva Steenkamp, abatida com quatro tiros pelo seu namorado em fevereiro de 2013, que também disse crer que o crime aconteceu após uma discussão.

reuters

"Ele deve pagar pelo seu crime, perdoar foi muito difícil para mim", declarou Barry Steenkamp, que testemunha pela primeira vez neste processo, durante a audiência para determinação da pena, no tribunal de Pretória.

"Pessoalmente penso que houve uma discussão", disse ainda o pai da modelo, que por diversas vezes não conteve as lágrimas.

Oscar Pistorius foi reconhecido culpado de homicídio, mas a questão da premeditação e de uma eventual discussão nunca foi provada ao longo do processo.

Desde o início do julgamento, em março de 2014, Barry Steenkamp, de 73 anos, nunca tinha testemunhado devido ao seu frágil estado de saúde.

Na noite de 13 para 14 de fevereiro de 2013, Oscar Pistorius matou a sua namorada Reeva Steenkamp, disparando através da porta da casa de banho da sua habitação. O atleta paralímpico sempre afirmou que pensava estar a disparar contra um assaltante.

Condenado por homicídio, Pistorius arrisca 15 anos de prisão. A pena será determinada na audiência em curso, que deverá durar até sexta-feira.

  • Sentença de Oscar Pistorius deverá ser conhecida amanhã
    1:20

    Desporto

    A sentença do atleta paralímpico Oscar Pistorius deverá ser conhecida amanhã. Hoje, no tribunal de Pretória, familiares do atleta e da namorada, ouviram a avaliação do clínico que considera que Pistorius deve ser hospitalizado. O atleta enfrenta uma pena mínima de 15 anos de prisão pelo assassinato de Reeva Stankamp em 2013.

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.