sicnot

Perfil

Mundo

Presidente chinês destaca relação "muito madura" com a Alemanha

O Presidente da China, Xi Jinping, afirmou que as relações do país com a Alemanha estão numa fase "muito madura", durante um encontro com a chanceler Angela Merkel, noticia hoje a imprensa oficial chinesa.

© POOL New / Reuters

A reunião, na segunda-feira, à porta fechada, em Pequim, fez parte da visita oficial de Merkel ao país asiático iniciada no domingo e que se concluirá hoje com uma passagem por um parque industrial com investimento alemão na cidade de Shenyang, nordeste da China.

A responsável alemã reuniu-se também com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, com quem assistiu à assinatura de 24 acordos de cooperação, e participou num fórum empresarial, durante o qual empresas dos dois países subscreveram 96 contratos com um valor total de 13.200 milhões de euros.

Durante o encontro, Xi e Merkel frisaram as possibilidades de cooperação que oferecem as estratégias de modernização industrial de ambos os países, "Indústria 4.0" e "Made in China 2025", destacou a imprensa local.

Xi referiu ainda a preocupação de Pequim em que a União Europeia cumpra com o protocolo de adesão do seu país à Organização Mundial do Comércio (OMC), que prevê o reconhecimento do estatuto de economia de mercado à China antes de dezembro de 2016.

Segundo os jornais locais, Merkel reconheceu a importância da implementação daquele acordo.

Ambos abordaram ainda outras áreas de cooperação, nomeadamente no ensino, facilitação na concessão de vistos e na medicina tradicional chinesa.

Além disso, comprometeram-se a trabalhar conjuntamente para coordenar as cúpulas do G20, que este ano se realiza na cidade chinesa de Hangzhou e que a Alemanha acolherá em 2017.

Esta visita de Merkel à China é a nona desde que foi eleita chanceler.

Lusa

  • Marcelo e Merkel prometem mais "colaboração e cumplicidade"
    2:15

    País

    O Presidente da República diz que sai de Berlim muito satisfeito com a abertura e a compreensão da Chanceler alemã. Marcelo diz que a visita a Berlim valeu a pena e correu melhor do que esperava. O Presidente reuniu-se também com o homólogo alemão, que reconheceu os esforços feitos por Portugal nos últimos anos.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.