sicnot

Perfil

Mundo

Dalai Lama e Obama reúnem-se à porta fechada na Casa Branca

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reuniu-se esta quarta-feira à porta fechada na Casa Branca, em Washington, com o líder espiritual tibetano, o Dalai Lama, encontro que foi contestado pelas autoridades chinesas.

Ashwini Bhatia

Desde que chegou à presidência norte-americana em 2009, Obama já recebeu o líder espiritual tibetano em três outras ocasiões. A última aconteceu em fevereiro de 2014.

O chefe de Estado norte-americano sempre tentou dar um caráter discreto aos encontros, que sempre decorreram à porta fechada e longe da comunicação social.

O último encontro entre os dois prémios Nobel da Paz teve lugar na sala de mapas e não na sala oval (o gabinete de trabalho do Presidente norte-americano), onde normalmente Barack Obama recebe outros chefes de Estado.

O dalai lama encontra-se em Washington, onde na terça-feira se reuniu com membros, democratas e republicanos, do Congresso norte-americano e proferiu um discurso no Instituto da Paz dos Estados Unidos.

Antes da intervenção, o líder espiritual tibetano pediu um minuto de silêncio pelas vítimas do tiroteio em Orlando (Florida) do passado fim de semana, que fez 49 mortos e mais de 50 feridos.

Antes do encontro na Casa Branca, um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Lu Kang, expressou a "firme oposição" de Pequim, afirmando que "o dalai lama não é só uma figura religiosa, é um exilado político que durante muito tempo tem estado envolvido em atividades separatistas anti-China sob a capa da religião".

Lu Kang reforçou que os assuntos relacionados com o Tibete são "questões internas da China" e que nenhum país tem o direito de interferir nessas matérias.

Pequim defende que o Tibete é uma parte inseparável da China e que o dalai lama é um líder dos separatistas tibetanos.

O líder espiritual tibetano e Nobel da Paz (1989) vive no exílio em Dharamsala (norte da Índia) há mais de 50 anos.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.