sicnot

Perfil

Mundo

Falha técnica deixa quase 200 mil angolanos sem bilhetes de identidade há seis meses

Um problema técnico está a deixar cerca de 200 mil angolanos sem o Bilhete de Identidade, desde janeiro deste ano, problema que o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola garantiu hoje estar resolvido.

© SIPHIWE SIBEKO / Reuters

Rui Mangueira, que falava em conferência de imprensa sobre a situação do setor que dirige, respondeu a uma questão que tem preocupado nos últimos meses a sociedade angolana e levantado várias reclamações e especulações à volta do assunto.

O governante angolano garantiu que a situação está normalizada e que o "Estado em circunstância alguma deixou de atribuir bilhetes de identidade".

"Qualquer cidadão que tenha o seu recibo pode dirigir-se aos postos dos bilhetes de identidade e levará no máximo cinco dias para recolher o seu bilhete de identidade. Não estamos ainda a entregar o BI na hora, porque a questão tem a ver com o sistema que está neste momento com um conjunto de 200 mil cidadãos na base de dados. Ele deve ser descarregado e essa descarga obriga a criar certas prioridades, razão pela qual nós ainda estamos a levar cinco dias", explicou.

Segundo Rui Mangueira, tão logo a situação se normalize os documentos serão entregues em uma hora, como acontecia até ao mês de janeiro.

Angola conta com 91 postos de emissão de bilhete de identidade e registos civis e criminais.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.