sicnot

Perfil

Mundo

Governador de Tóquio demite-se após escândalo de despesas exorbitantes

O governador de Tóquio demitiu-se hoje depois de ter sido acusado de gastos exorbitantes que envolvem dinheiros públicos, informou a estação de rádio e televisão pública NHK.

reuters

Yoichi Masuzoe, que chegou ao cargo em 2014 com o apoio do Partido Liberal Democrata (PLD), no governo, esteve envolvido na preparação dos Jogos Olímpicos de 2020 e a sua saída do poder é vista como mais uma sombra sobre a organização do evento, já manchada por vários escândalos.

O governador demitiu-se pouco antes de ser votada uma moção de censura, apoiada pela maioria dos grupos políticos, na sessão plenária da assembleia local de hoje.

O político independente de 67 anos resistia, desde abril, à pressão crescente da opinião pública e de todos os partidos -- incluindo o PLD, liderado pelo primeiro-ministro, Shinzo Abe -, pelas acusações de ter realizado despesas pessoais exorbitantes, com gastos em férias com a família ou compras de livros e obras de arte.

Além disso, Masuzoe alegadamente gastou 200 milhões de ienes (1,66 milhões de euros) em nove viagens ao estrangeiro desde que assumiu funções, em fevereiro de 2014, incluindo bilhetes de primeira classe, suites em hotéis de luxo ou dispendiosas faturas telefónicas.

O fim de funções como governador torna-se efetiva a 21 de junho, segundo fontes do conselho regional consultadas pela NHK.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.