sicnot

Perfil

Mundo

Pornografia dessensibiliza jovens

Muitos jovens vêem ou já viram pornografia online, o que está a preocupar especialistas no Reino Unido. Uma investigação patrocinada pela Comissão de Proteção de Menores do Reino Unido alerta para os perigos dos jovens ficarem "insensíveis" por verem estes conteúdos.

Arquivo Reuters

Na investigação, conduzida no Reino Unido, foram questionados 1001 jovens entre os 11 e os 16 anos: 65% dos adolescentes entre os 15 e os 16 já tinham visto pornografia e 28% dos jovens entre os 11 e os 12 afirmaram também já ter visto este tipo de conteúdos.

Mais de um terço dos rapazes entre os 13 e os 14 anos e um quinto dos rapazes entre os 11 e os 12 anos disseram que queriam copiar o comportamento que tinham observado.

O estudo identificou ainda mais rapazes que raparigas a assumirem terem visto pornografia online por escolha, e não por acidente - essencialmente em computadores portáteis ou smartphones.

Cerca de 14% dos inquiridos admitiram já ter tirado imagens suas, nus ou semi nus.

"Mesmo que muitos jovens digam que não virma pornografia online, é preocupante que muitos acabem por vê-la acidentalmente. Se os rapazes acreditarem que a pornografia representa a realidade das relações sexuais, isto pode levar a perspectivas desadequadas das raparigas e das mulheres. As raparigas podem sentir-se pressionadas a assumir estas interpretações irrealistas, e talvez controversas, do sexo", explica uma das autoras do estudo, Elena Martellozzo.

"Sabemos, pelas nossas pesquisas, que muitos jovens se sentem chocados, confusos ou enojados por aquilo que vêem, e é noso dever ajudá-los a questionar, desafiar e dar-lhe sentido", acrescenta Anne Longfield, da Comissão para as Crianças do Reino Unido.

A investigação é publicada uma semana depois de ter sido divulgado que muitas raparigas vestem calções por baixo das saias da farda escolar, para evitar assédio sexual nas escolas.

Os especialistas deixam o alerta: a indústria e os governos precisam de se responsabilizar mais para assegurar que os jovens são protegidos.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.