sicnot

Perfil

Mundo

Um adolescente morreu na Venezuela depois de baleado em protesto pela falta comida

Um adolescente morreu na madrugada de quarta-feira no Estado venezuelano de Mérida, depois de ter sido ferido durante um protesto pela escassez de alimentos, afirmou o deputado Carlos Paparoni, da Assembleia Nacional.

© Marco Bello / Reuters

Segundo este parlamentar da oposição, a morte de Jean Paul Omaña, de 17 anos, ocorreu no seguimento de assaltos a estabelecimentos comerciais em Lagunillas, naquele Estado, depois de as pessoas não terem conseguido comprar leite que as autoridades tinham colocado à venda.

O político adiantou que Omaña apresentava uma ferida no pescoço feita por arma de fogo e outras causadas por disparos de chumbo feitos pela polícia.

Nos distúrbios foram atacadas sedes da empresa pública Produtora e Distribuidora Venezuelana de Alimentos (Pdval) e a do governante Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV).

Paparoni denunciou que na sede do partido do governo "estranhamente" havia comida bem guardada.

O Ministério Público da Venezuela está a investigar os factos e a Procuradoria indicou, em comunicado, que o jovem morreu na manhã de quarta-feira no Hospital da Universidade de Los Andes, em Mérida.

Segundo o secretário executivo da aliança opositora Mesa da Unidade Democrática, Jesus Torrealba, até ao fim da manhã de terça-feira havia registo da morte de três pessoas nos distúrbios causados pela escassez de alimentos que afeta o país.

Lusa

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • O que muda com a saída do Procedimento por Défice Excessivo?
    2:10
  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • Marcelo opta pelo silêncio sobre a eutanásia
    1:09

    Eutanásia

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que só tomará uma posição sobre a eutanásia quando o diploma chegar a Belém. O chefe de Estado garante que vai ficar em silêncio, para não condicionar o debate e também "para ficar de mãos livres para decidir".