sicnot

Perfil

Mundo

Disney vai pôr sinais de perigo de jacarés depois da morte de menino na Flórida

A Walt Disney World da Flórida planeia pôr sinais de aviso de perigo de jacarés, depois da morte terça-feira de uma criança que foi arrastada da margem do lago de uma estância de férias, disseram os 'media' norte-americanos.

© Mario Anzuoni / Reuters

"Todas as nossas praias estão atualmente fechadas, e estamos a fazer uma revisão rápida e completa de todos os nossos processos e protocolos", disse quinta-feira em comunicado o vice-presidente da Walt Disney Resort, Jacquee Wahler.

"Isto inclui o número, o local e as palavras da nossa sinalização e avisos", continuou.

Os sinais vão agora avisar explicitamente do perigo de jacarés, disse o jornal Orlando Sentinel e outros meios de comunicação dos EUA, citando fontes anónimas que dizem ter "conhecimento da situação".

Na zona do ataque com o jacaré, havia um aviso para não se nadar na praia, junto ao lago do Grand Floridian Resort e Spa da Disney, onde o menino de dois anos e a sua família estavam alojados.

Contudo, não havia sinais de aviso sobre jacarés.

Os animais encontram-se em grandes espaços de água doce em toda a Flórida, mas raramente atacam seres humanos.

Antes deste incidente, desde 1948 foram registadas 22 mortes por dentadas de jacarés não provocados documentadas na Flórida, de acordo com os serviços estatais da Florida.

O pai da criança tentou salvar a criança quando o jacaré a arrastou, mas não a conseguiu salvar.

Os mergulhadores encontraram o corpo da criança na quarta-feira a cerca de 1,8 metros de profundidade e a apenas entre 10 e 15 metros do sítio de onde foi arrastado.

A Disney fechou todas as praias dos seus 'resorts' com praias e marinas por precaução, depois do incidente.

O Grand Floridian faz parte do grande complexo de 'resorts' da Disney, que inclui vários parques temáticos, parques aquáticos, hotéis e campos de golfe.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.