sicnot

Perfil

Mundo

Disney vai pôr sinais de perigo de jacarés depois da morte de menino na Flórida

A Walt Disney World da Flórida planeia pôr sinais de aviso de perigo de jacarés, depois da morte terça-feira de uma criança que foi arrastada da margem do lago de uma estância de férias, disseram os 'media' norte-americanos.

© Mario Anzuoni / Reuters

"Todas as nossas praias estão atualmente fechadas, e estamos a fazer uma revisão rápida e completa de todos os nossos processos e protocolos", disse quinta-feira em comunicado o vice-presidente da Walt Disney Resort, Jacquee Wahler.

"Isto inclui o número, o local e as palavras da nossa sinalização e avisos", continuou.

Os sinais vão agora avisar explicitamente do perigo de jacarés, disse o jornal Orlando Sentinel e outros meios de comunicação dos EUA, citando fontes anónimas que dizem ter "conhecimento da situação".

Na zona do ataque com o jacaré, havia um aviso para não se nadar na praia, junto ao lago do Grand Floridian Resort e Spa da Disney, onde o menino de dois anos e a sua família estavam alojados.

Contudo, não havia sinais de aviso sobre jacarés.

Os animais encontram-se em grandes espaços de água doce em toda a Flórida, mas raramente atacam seres humanos.

Antes deste incidente, desde 1948 foram registadas 22 mortes por dentadas de jacarés não provocados documentadas na Flórida, de acordo com os serviços estatais da Florida.

O pai da criança tentou salvar a criança quando o jacaré a arrastou, mas não a conseguiu salvar.

Os mergulhadores encontraram o corpo da criança na quarta-feira a cerca de 1,8 metros de profundidade e a apenas entre 10 e 15 metros do sítio de onde foi arrastado.

A Disney fechou todas as praias dos seus 'resorts' com praias e marinas por precaução, depois do incidente.

O Grand Floridian faz parte do grande complexo de 'resorts' da Disney, que inclui vários parques temáticos, parques aquáticos, hotéis e campos de golfe.

Lusa

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois do tribunal ter desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17
  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31