sicnot

Perfil

Mundo

Homem sobrevive na China após ter ficado empalado numa barra de aço

Um trabalhador da construção civil sobreviveu após ter ficado empalado numa barra de aço de 1,5 metros, que perfurou o seu corpo desde a virilha até ao crânio, na província de Shandong, leste da China.

© Kim Kyung Hoon / Reuters (Arquivo)

Zhang, de 46 anos, caiu de uma altura de cinco metros, quando estava a trabalhar, e aterrou de pé na barra, segundo escreveu a agência oficial Xinhua.

Os bombeiros terão levado o homem até ao hospital, onde foi sujeito a uma operação de sete horas, para retirar a barra.

A radiografia mostrou que o objeto não tinha perfurado o crânio, traqueia, coração, fígado e artéria carótida.

"Felizmente, mal tocou os órgãos vitais", afirmou um dos médicos, citado pela Xinhua. "Seria preciso apenas um movimento em falso e a operação teria falhado", disse.

Lusa

  • Mais de 1600 ações de fiscalizações a IPSS em dois anos
    1:05

    Expresso da Meia Noite

    Nos últimos dois anos, o Estado efetuou mais de 1600 ações de fiscalização a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) das quais resultaram mais de 70 destituições e 80 participações ao Ministério Público (MP). Os números foram avançados pela secretária de Estado da Segurança Social, Cláudia Joaquim, no programa Expresso da Meia-noite, na SIC Notícias.

  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33