sicnot

Perfil

Mundo

Polícia recusa cumprimentar Presidente e primeiro-ministro de França

Um polícia francês recusou-se hoje a cumprimentar numa cerimónia oficial o Presidente de França, François Hollande, e o primeiro-ministro, Manuel Valls, como forma de protesto contra a falta de meios para o exercício da profissão.

© Philippe Wojazer / Reuters

A comunicação social francesa reproduziu imagens em que se pode ver como o polícia recusou estender a mão a François Hollande quando este se despedia de cada um dos agentes na formatura, no final da homenagem em Versalhes em memória do casal de funcionários de uma esquadra, assassinado na segunda-feira.

Hollande, não parecendo incomodado, avançou para cumprimentar o agente seguinte da coluna, mas quando o polícia voltou a violar o protocolo com Valls, o primeiro-ministro parou, a exigir o cumprimento, que continuou a ser-lhe negado.

O agente, que trabalha na esquadra de Mantes-la-Jolie, na mesma localidade do assassino, disse a um jornalista da cadeia TF1 que tentou expressar como as forças de ordem reprovam a falta de meios.

"Temos três veículos para 40. O que se deve fazer? Atuar!" terá dito o agente a Manuel Valls, mas lamentou que o chefe do Governo não ouviu todos os argumentos.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    Em atualização

    SIC

  • Portugal perde 22 mil empregos por ano por causa da pirataria
    1:52

    País

    Todos os anos, Portugal perde cerca de mil milhões de euros e mais de 22 mil empregos por causa à pirataria. Hoje assinala-se o dia mundial da propriedade intelectual. Uma área que diz respeito a todas as formas de arte e, entre outras, ao jornalismo.