sicnot

Perfil

Mundo

Polícia recusa cumprimentar Presidente e primeiro-ministro de França

Um polícia francês recusou-se hoje a cumprimentar numa cerimónia oficial o Presidente de França, François Hollande, e o primeiro-ministro, Manuel Valls, como forma de protesto contra a falta de meios para o exercício da profissão.

© Philippe Wojazer / Reuters

A comunicação social francesa reproduziu imagens em que se pode ver como o polícia recusou estender a mão a François Hollande quando este se despedia de cada um dos agentes na formatura, no final da homenagem em Versalhes em memória do casal de funcionários de uma esquadra, assassinado na segunda-feira.

Hollande, não parecendo incomodado, avançou para cumprimentar o agente seguinte da coluna, mas quando o polícia voltou a violar o protocolo com Valls, o primeiro-ministro parou, a exigir o cumprimento, que continuou a ser-lhe negado.

O agente, que trabalha na esquadra de Mantes-la-Jolie, na mesma localidade do assassino, disse a um jornalista da cadeia TF1 que tentou expressar como as forças de ordem reprovam a falta de meios.

"Temos três veículos para 40. O que se deve fazer? Atuar!" terá dito o agente a Manuel Valls, mas lamentou que o chefe do Governo não ouviu todos os argumentos.

Lusa

  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Pescador resgatado de um lago gelado na Estónia
    1:08
  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.