sicnot

Perfil

Mundo

Bélgica mantém nível de alerta três depois de operação antiterrorista

O primeiro-ministro belga anunciou hoje que a Bélgica manterá o nível de alerta atual em três, numa escala de quatro, após a operação antiterrorista que decorreu hoje de madrugada no país e que levou à detenção de 12 suspeitos.

© Francois Lenoir / Reuters

"Os diferentes eventos públicos previstos para os próximos dias vão manter-se com medidas de segurança complementares e adaptadas", disse Charles Michel, citado pela imprensa local, explicando que estas são as recomendações do Centro de Crise belga.

Charles Michel sublinhou que as autoridades belgas estão a acompanhar a situação "hora a hora" e que este sinal de vigilância demonstra uma "mensagem de determinação, serenidade e calma".

O primeiro-ministro belga falava aos jornalistas numa conferência de imprensa após uma reunião do Centro de Crise do Conselho Nacional de Segurança (CNS), convocado de urgência após a operação da polícia antiterrorista, que, segundo os órgãos de comunicação social locais, permitiu "evitar um atentado iminente" em Bruxelas.

A cadeia de televisão Rtbf indicou que vários dos detidos, que a polícia acompanhava de perto, foram vistos sexta-feira a circular de carro na Praça Rogier, em Bruxelas, onde foi instalada um ecrã gigante para permitir a transmissão de jogos do Campeonato da Europa de futebol, a decorrer em França.

No Euro2016, a Bélgica defronta hoje à tarde a seleção da Irlanda.

Nenhuma fonte oficial confirmou, até ao momento, que o atentado estaria a ser planeado para hoje, embora a Procuradoria federal belga tenha indicado, em comunicado, que os elementos recolhidos na investigação obrigaram a uma "intervenção imediata".

A polícia belga, no quadro de uma operação antiterrorista, deteve 12 suspeitos de quererem cometer um ou vários atentados na Bélgica, num total de 40 ações que decorreram maioritariamente na região de Bruxelas, mas também nas da Valónia e da Flandres.

Lusa

  • Fogo na baixa do Porto provoca quatro feridos, dois em estado grave
    1:38

    New Articles

    Um incêndio em três habitações na baixa do Porto, que deflagrou esta noite, provocou quatro feridos, dois em estado grave. O fogo que foi extinto pelos Bombeiros Sapadores do Porto causou cinco desalojados, dos quais quatro foram acolhidos por familiares e um realojado pela junta de freguesia. Desconhece-se a origem das chamas que destruíram três casas.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.