sicnot

Perfil

Mundo

Detidos alegados cúmplices de jihadista que matou casal em Paris

Dois alegados cúmplices do jihadista Larossi Abballa, que na segunda-feira matou um polícia e a sua companheira, perto de Paris, foram entregues às autoridades antiterroristas francesas, foi hoje anunciado.

© Christian Hartmann / Reuters

De acordo com um comunicado das autoridades, os dois homens, Charaf-Din Aberouz e Saad Rajraji, 27 e 29 anos, vão ser "apresentados ao magistrado instrutor" do inquérito, a quem foi requerida a sua detenção provisória.

Aberouz et Rajrari, que foram detidos na terça-feira, foram condenados em 2013 com Larossi Abballa no âmbito de um processo relacionado com o envio de jihadistas para o Paquistão.

Larossi Abballa matou à facada na segunda-feira à noite um policia francês, Jean-Baptiste Salvaing, e a companheira, Jessica Schneider, na sua casa, nos arredores de Paris, antes de ser abatido por uma unidade de elite da policia.

Reivindicou o ato em nome do Daesh ao qual terá aderido três semanas antes.

As autoridades francesas estão a tentar descobrir se Abballa teve cúmplices na preparação e na execução do crime.

Com Lusa

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.