sicnot

Perfil

Mundo

Casal morto no Paquistão por familiares que reprovavam casamento

Uma mulher grávida e o marido foram raptados e mortos a tiro por familiares que não aprovaram o seu casamento, foi hoje anunciado pela polícia como sendo o último de vários casos de morte no Paquistão por questões "de honra".

(Arquivo)

(Arquivo)

© Akhtar Soomro / Reuters

O casal foi morto na quarta-feira perto da aldeia de Thikriwala, na província do Punjab, e os corpos foram encontrados posteriormente, durante a limpeza de um canal.

A mulher, Aqsa Bibi, tinha 22 anos, e o homem, Shakeel Ahmed, tinha 26. Trabalhavam ambos na farmácia local e tinham casado há quatro anos, numa cerimónia civil.

Segundo a polícia, foi a família de Aqsa, que vivia numa aldeia próxima, que matou o casal.

Um dos irmãos da jovem, Muhammad Moavia, que regressara recentemente do estrangeiro, juntou um grupo de parentes para raptar o casal, que foi depois baleado na cabeça e atirado ao canal.

Moavia continua a monte e as buscas da polícia prosseguem.

De acordo com as autoridades, este foi o mais recente caso de morte por questões "de honra", que vitimam cerca de 1.000 vidas por ano no Paquistão.

Na semana passada, um homem foi morto pela família da mulher, que desaprovou o casamento, e na semana anterior foi morta uma jovem de 16 anos pela sua mãe, que não aceitou o seu casamento com um homem da sua escolha.

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC