sicnot

Perfil

Mundo

Argélia bloqueia redes sociais para evitar fuga dos exames do secundário

A Argélia bloqueou temporariamente o acesso dos cidadãos ao Facebook e ao Twitter, bem como aos serviços 3G, para evitar fugas dos exames do secundário.

© Brendan McDermid / Reuters

Desde as 20 horas de sábado que o Facebook e o Twitter ficaram inacessíveis aos cibernautas argelinos. A medida surge depois de dezenas de pessoas terem sido detidas numa investigação relacionada com a publicação de partes dos exames nas redes sociais.

Este "encerramento das redes sociais tem uma relação directa com os exames parciais que começaram na manhã de domingo", explicou fonte do sector das telecomunicações.

A decisão foi tomada "sobretudo para proteger os candidatos aos exames do ensino secundário da publicação de falsos exames nessas redes", acrescentou a mesma fonte.

Cerca de metade dos candidatos na Argélia estão obrigados a repetir o exame, após fugas de informação das provas na Internet.

No início de Junho, cerca de 800.000 alunos realizaram exames em todo o país. Alguns candidatos das áreas científicas, matemática e gestão, receberam na sua conta de Facebook os temas que iam sair nas provas nacionalidade.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.