sicnot

Perfil

Mundo

Aumenta para 23 o número de mortos em atentados no Afeganistão

Pelo menos 23 pessoas morreram, entre as quais 14 seguranças nepaleses, vítimas de três ataques simultâneos hoje no Afeganistão, os primeiros depois de os Estados Unidos terem anunciado o reforço na segurança do país.

© Omar Sobhani / Reuters

O primeiro atentado foi levado a cabo por um bombista suicida, que acionou os explosivos que transportava à passagem de um autocarro, na estrada entre Cabul e Jalalabad, em que viajavam seguranças privados nepaleses.

Segundo uma nota do ministro do Interior, uma outra explosão provocou ferimentos a nove pessoas, entre as quais cinco nepaleses e quatro afegãos, que também seguiam num autocarro na zona da capital.

Os cidadãos do Nepal que foram alvo do primeiro ataque trabalhavam para uma empresa de segurança privada contratada pela embaixada do Canadá em Cabul.

Uma mensagem diplomática canadiana confirmou que o "ataque que se registou hoje" tinha como alvo a "companhia de segurança" e não os trabalhadores locais que exercem funções na embaixada.

Um porta-voz dos talibãs, através de textos publicados nas redes sociais, já reivindicou estes dois ataques que são apontados como os mais graves desde 6 de junho, dia que marcou o início do Ramadão.

"Ao princípio desta manhã concretizamos um ataque mártir contra guardas das forças de agressão e que fizeram 20 mortos e vários feridos", anunciou através da rede de mensagens WhatsApp, Zabilhullah Mujahid, porta-voz talibã que prometeu, em breve, "fornecer mais pormenores".

Logo após os dois ataques registados na zona da capital, a explosão de uma moto armadilhada fez oito mortos, na pequena cidade de Keshim, província de Badakshan, no nordeste do Afeganistão.

"Todas as vítimas são civis", disse à agência noticiosa France Pesse um porta-voz provincial, alertando que o número total de mortos em Keshim pode aumentar.

O último ataque reivindicado por talibãs na capital afegã fez 64 mortos e 340 feridos e registou-se no passado dia 19 de abril.

Os extremistas islâmicos, que exigem a retirada de todas as forças estrangeiras do Afeganistão, continuam a ganhar terreno depois da retirada das tropas da NATO, registando-se o incremento de ações violentas principalmente no sul do país mas também em algumas províncias do norte.

Mais de cinco mil elementos das forças de segurança afegãs morreram, vítimas de ataques talibãs em 2015.

Segundo as Nações Unidas, no ano passado, os ataques atingiram também 11 mil civis, entre os quais 3.550 foram vítimas mortais.

Recentemente, face à situação de insegurança no Afeganistão, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama anunciou um prolongamento no processo de retirada das tropas norte-americanas.

Assim, uma grande parte do contingente de 9.800 homens deve manter-se no país durante o ano devendo apenas ser reduzido aos 5.500 efetivos em 2017 que se vão manter no Afeganistão no quadro da operação "Resolute Support", sob o controlo da Aliança Atlântica e que prevê uma força constituída por 10 mil militares, no total.


Lusa

  • Ex-observador de árbitros terá informado Benfica sobre notificação a Rui Vitória
    1:57

    Desporto

    Novas revelações no caso dos e-mails, que envolve o Benfica, surgiram esta terça-feira. No Porto Canal, o diretor de comunicação do FC Porto revelou um e-mail onde um funcionário judicial e ex-observador de árbitros da Primeira Liga informa o Benfica sobre uma notificação ao treinador Rui Vitória. O e-mail foi alegadamente enviado para Paulo Gonçalves, assessor da SAD encarnada.

  • Acidente durante funeral em Miranda do Corvo causa 12 feridos
    2:39

    País

    Um acidente na zona de Miranda do Corvo fez esta terça-feira 12 feridos, um em estado grave. Foi durante um funeral, quando falharam os travões a um dos carros que seguia no cortejo, como explicou, em direto do local, o repórter Miguel Ângelo Marques.

  • Instalações militares vão ter reforço de segurança
    0:52

    Assalto em Tancos

    Depois do caso do roubo de material em Tancos, várias instalações militares vão sofrer um reforço de segurança do material que armazenam. As conclusões sobre o furto dos paióis de Tancos serviram de base às medidas anunciadas esta terça-feira pelo Ministério da Defesa. 

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Os elevadores do futuro
    7:13
  • Demências afetam 50 milhões de pessoas
    2:23

    Mundo

    Cinquenta milhões de pessoas em todo o mundo e mais de 150 mil em Portugal sofrem de demências como o Alzheimer ou o Parkinson. Oitenta especialistas de 21 países reúnem-se esta semana na Fundação Champalimau, em Lisboa, para falar deste tipo de epidemia silenciosa.

  • Maria deixa 25 mil pessoas sem eletricidade em Guadalupe
    2:24
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC