sicnot

Perfil

Mundo

Seis mortos e mais de cem feridos em protesto de professores no México

Seis pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas no sul do México no domingo num protesto de professores, quando homens armados abriram fogo sobre a multidão, num momento em que manifestantes e polícia entraram em confronto.

© Stringer . / Reuters

A polícia lançou gás lacrimogéneo contra os manifestantes com o objetivo de pôr fim a uma barricada que bloqueou, durante uma semana, uma rua em Asuncion Nochixtlan, cidade do estado de Oaxaca, onde alguns veículos foram queimados.

O Sindicato Coordenador Nacional de Trabalhadores de Educação tem liderado os protestos contra uma reforma educativa e contra a detenção de dois dos seus líderes.

A Comissão Nacional de Segurança negou que os agentes estivessem armados, dizendo que as fotografias em que surgiam com armas eram "falsas".

Mais tarde, o chefe da polícia federal, Enrique Galindo, disse que uma unidade armada foi destacada depois de pessoas não identificadas terem "disparado sobre a polícia e a população".

"Há relatos da presença de vários grupos violentos que lideraram os bloqueios da estrada e instalações estratégicas por vários dias", indicou o Governo federal e estadual num comunicado conjunto, instando o Coordenador Nacional de Trabalhadores de Educação a distanciar-se destes grupos não identificados.

Uma das vítimas mortais é o jornalista Elidio Ramos Zárate, assassinado enquanto cobria o protesto, segundo confirmou à agência de notícias Efe o diretor do jornal para onde trabalhava, El Sur.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51