sicnot

Perfil

Mundo

David Beckham defende permanência na União Europeia

David Beckham, considerado um dos melhores futebolistas ingleses de sempre, anunciou hoje a intenção de votar a favor da manutenção do Reino Unido na União Europeia, no referendo agendado para segunda-feira.

Jordan Strauss

"Vivemos num mundo dinâmico, onde ligados somos fortes. Devemos lidar com os problemas do mundo em conjunto e não isoladamente", argumentou o ex-futebolista, de 41 anos, num comunicado divulgado pela campanha "Bretanha mais forte na Europa".

Beckham lembrou que teve "o privilégio de viver em Madrid, Milão e Paris", juntamente com colegas "de toda a Europa e do mundo", salientando toda a "hospitalidade" que mereceu em todas essas cidades.

"Por todos esses motivos, vou votar para ficar" na UE, conclui o ex-internacional inglês, numa altura em que as sondagens dão praticamente um 'empate técnico' entre o 'Sim' e o 'Não'.

Na segunda-feira, o presidente executivo da Liga inglesa de futebol, Richard Scudamore, alertou para os vários problemas provocados por uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE), considerando-a adversa aos interesses da 'Premier League'.

O 'Brexit', como é conhecida a campanha a favor do isolamento britânico face à UE, posicionamento que será submetido a referendo na quinta-feira, é desfavorável à "abertura e importância da liga inglesa" fora do Reino Unido, disse o dirigente.

"Ninguém tem mais 'cicatrizes' do que eu no que diz respeito às negociações com Bruxelas [sede da UE] para tentar organizar as coisas a favor dos nossos interesses face à máquina europeia", começou por dizer Scudamore, que defende a permanência na esfera comunitária.

Para Scudamore, "em última instância, não se pode quebrar, não se pode saltar fora, tem que se estar dentro e negociar, tentar, organizar e influenciar".

"A abertura e reconhecimento internacional da Premier League poderá tornar-se incongruente se nos posicionarmos contra", referiu o dirigente inglês.

Segundo Scudamore, a saída do Reino Unido do seio dos 28 países da EU não permite "o controlo do próprio destino", como defende a campanha 'Brexit'.

"Isso não é absolutamente correto para quem viaja pelo mundo, como nós fazemos, onde encontramos abertura para fazer negócios, para debates e cooperação", sublinhou, concluindo: "Acho que seremos, penso eu, menos respeitados por não querermos fazer parte de algo".

  • Coutinho e Neymar salvam Brasil já na compensação

    Mundial 2018 / Brasil

    O Brasil venceu a Costa Rica por 2-0 numa partida a contar para a 2ª jornada do grupo E do Mundial da Rússia. Contas feitas, o Brasil sobe para o primeiro lugar do grupo, com 4 pontos, seguido da Sérvia com 3 pontos. A Suíça (1 ponto) e a Costa Rica (0 pontos) ocupam, assim, os últimos lugares da tabela.

  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • Moutinho e Raphael Guerreiro de "baixa", Fonte disponível "para tocar bombo"
    1:52
  • Mulher morre após ser mandada para casa pelo Centro Hospitalar do Oeste
    2:23

    País

    Uma mulher morreu depois de ter tido alta no Centro Hospitalar do Oeste. Há fortes suspeitas que tenha sido vítima de um diagnóstico mal feito por uma empresa de telemedicina. O Bastonário da Ordem dos Médicos quer avaliar todos os contratos do Estado com serviços de telemedicina e impedir que as empresas e os hospitais fujam às responsabilidades. Até agora ninguém foi responsabilizado, a família apresentou várias queixas e Entidade Reguladora da Saúde abriu um inquérito.

  • Antigo campeão nacional de Ori-BTT, de 19 anos, morreu em colisão com carro
    1:42

    País

    Um ciclista de 19 anos morreu e o pai ficou gravemente ferido, numa colisão com uma viatura que fazia uma inversão de marcha, em Loulé, na quarta-feira. Quando o acidente aconteceu, o jovem estava a treinar para um campeonato na Hungria, onde ia participar dentro de poucos dias. Duarte Lourenço, que chegou a ser campeão nacional de Ori-BTT, pertencia ao escalão de Juniores, devido à sua idade, mas por vontade própria fazia escalão Sénior.