sicnot

Perfil

Mundo

Homem detido numa operação antiterrorismo em Bruxelas

Em desenvolvimento

A polícia belga deteve hoje um homem, que poderia ter explosivos consigo, junto a um centro comercial no centro de Bruxelas. O centro comercial City2 chegou a ser evacuado, mas não foram encontrados explosivos no suspeito. O primeiro-ministro já afirmou que "a situação está sob controlo".

A presença da polícia tem sido uma constante no centro comercial City2 (Arquivo)

A presença da polícia tem sido uma constante no centro comercial City2 (Arquivo)

© Francois Lenoir / Reuters

Última atualização às 8:58

O primeiro-ministro belga garante que "a situação está sob controlo" em Bruxelas, após uma reunião do conselho nacional de segurança, convocada de urgência devido a um falso alerta de bomba num centro comercial no centro da capital.

Charles Michel escusou-se a fazer mais comentários sobre a situação, remetendo explicações para o Ministério Público, acrescentando apenas que "os serviços de segurança permanecem extremamente vigilantes", tendo entretanto o perímetro de segurança em torno do centro comercial começado já a ser levantado, confirmou a polícia, que deteve o homem responsável pelo novo estado de alerta na capital belga.

O novo alerta em Bruxelas foi lançado após um particular ter telefonado para as autoridades e anunciado que tinha um cinto de explosivos.

"Um homem foi detido pelas 5:30 da manhã, possivelmente na posse de explosivos", disse um porta-voz da procuradoria. "Uma equipa de desmantelamento de bombas do exército está a verificar a situação", acrescentou.

De acordo uma fonte policial citada pela Reuters, o suspeito não tinha quaisquer explosivos.

Uma porta-voz do City2 adiantou à Associated Press que a polícia disse que encontrou um pacote suspeito perto do centro comercial.

A área em redor do centro comercial, um dos maiores da capital belga, foi isolada.

No passado sábado, uma operação antiterrorismo permitiu evitar um atentado alegadamente iminente na Bélgica. Um dos locais que se temia virem a ser atacados era precisamente este centro comercial em Bruxelas.

Com Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10