sicnot

Perfil

Mundo

Trabalhistas avisam que vitória do Brexit ameça direitos laborais

O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse hoje que uma eventual vitória do 'Brexit' no referendo europeu de quinta-feira pode arriscar a economia do Reino Unido e também os direitos laborais.

reuters

Num apelo aos seguidores trabalhistas, Corbyn assinalou que o bloco dos 28 países da União Europeia protegerá os postos de trabalho e insistiu que esta votação determinará o futuro crescimento do Reino Unido.

"As próximas horas determinaram o futuro do Reino Unido", afirmou o político, considerando que a pergunta crucial de quinta-feira será: "o que é o melhor para o emprego no Reino Unido, os direitos laborais e a nossa futura prosperidade?".

Segundo Corbyn, a 23 de junho os britânicos têm de decidir se ficam "para proteger os empregos e a prosperidade no Reino Unido que depende do comércio na Europa" ou "se dá um passo num futuro desconhecido" caso se opte pela saída, questionou o líder da oposição, que no passado foi um forte crítico do bloqueio europeu.

Um voto a favor da permanência supõe "dar prioridade à economia", disse Corbyn, que pediu aos trabalhistas que votem a favor da permanência britânica na União Europeia (EU).

O apoio dos trabalhistas é visto pela campanha pela permanência como crucial para ganhar a votação de quinta-feira, dada a profunda divisão que há no Partido Conservador do primeiro-ministro britânico, David Cameron, entre aqueles que querem a permanência na EU e os que apoiam o 'Brexit'.

A campanha do referendo sobre a permanência ou saída do Reino Unido da União Europeia ficou marcada pelo assassinato da deputada trabalhista Jo Cox, de 41 anos, que foi baleada e esfaqueada na passada quinta-feira no seu círculo eleitoral, no norte da Inglaterra, enquanto fazia campanha a favor da permanência do Reino Unido na União Europeia.

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".