sicnot

Perfil

Mundo

Líder norte-coreano diz que teste de míssil foi um sucesso e uma ameaça aos EUA

O dirigente norte coreano Kim Jong-Un congratulou-se esta quarta-feira com o teste bem-sucedido de um novo míssil de médio alcance, ao referir que constitui uma ameaça direta às bases militares norte-americanas no Pacífico, segundo os media oficiais.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

Kim Jong-un, líder supremo da Coreia do Norte.

© KCNA KCNA / Reuters

Kim, que acompanhou pessoalmente o teste do míssil Musudan, referiu-se a um "grande acontecimento" que reforça a capacidade de ataque nuclear preventivo da Coreia do Norte, revelou a agência noticiosa oficial KCNA.

"Agora, temos a absoluta capacidade para atacar os americanos de forma total e prática no teatro de operações do Pacífico", prosseguiu Kim, citado pela agência.

A Coreia do Norte já terá efetuado quatro tentativas prévias em 2016 para testar o Musudan, que possui um alcance entre 2.000 e 4.000 quilómetros. O raio mais reduzido deste míssil abrange todo o território da Coreia do Sul e do Japão, enquanto o mais alargado inclui as bases militares norte-americanas em Guam.

No entanto, a Coreia do Norte terá falhado esta quarta-feira, e aparentemente, um primeiro teste do Musudan, segundo referiu o Ministério da Defesa sul-coreano.

Um responsável oficial disse que Pyongyang disparou um míssil não identificado desde a sua costa oeste pouco antes das 06:00 locais (22:00 de terça-feira em Lisboa).

"Responsáveis japoneses e sul-coreanos tinha referido previamente que a Coreia do Norte se preparava para testar um poderoso míssil balístico de médio alcance.

Lusa

  • A vida secreta da tia de Kim Jong-Un

    Mundo

    Uma tia de Kim Jong-Un, líder supremo da Coreia do Norte, vive uma vida aparentemente normal. Trata-se de uma mulher de 60 anos que passeia por Times Square, acompanhada pelo marido como qualquer estrangeiro que tenta viver o "sonho americano" .No entanto, não se trata de uma imigrante qualquer, trata-se nada mais nada menos, do que a tia de Kim Jong Un, o líder norte-coreano que recentemente ameaçou detonar uma bomba de hidrogénio em Nova Iorque. Nos últimos 18 anos, desde que desertou da Coreia do Norte para servir a CIA a troco de 200 mil dólares, tem vivido uma vida anónima nos Estados Unidos, com o marido e os três filhos.

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00