sicnot

Perfil

Mundo

As etapas mais importantes do cessar-fogo na Colômbia

O acordo bilateral de cessar-fogo e o fim definitivo das hostilidades assinado hoje em Havana pelo Governo colombiano e as FARC perspetivam o fim de meio século de conflito armado com a guerrilha mais antiga do continente americano.

© John Vizcaino / Reuters

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, marxistas) tinham declarado por seis vezes o cessar-fogo desde o início das atuais conversações de paz em novembro de 2012, com o Governo a responder através de medidas para reduzir a intensidade do conflito, apesar de nunca ter ordenado às suas tropas o fim das operações militares.

Desde o início do diálogo em Havana registaram-se diversas tentativas de cessar-fogo.

2012

19 de novembro: As FARC anunciam no local onde decorrem as conversações de paz em Havana um cessar-fogo unilateral de dois meses e que entra em vigor no dia seguinte.

20 de novembro: O cessar-fogo tem início e termina em janeiro de 2013. A "Defensoría del Pueblo" (DF), uma instituição oficial de direitos humanos, que o cessar-fogo foi violado 57 vezes pelas FARC.

2013

15 de dezembro: Cessar-fogo unilateral das FARC por 30 dias devido aos festejos do Natal.

2014

20 de maio: As FARC e o Exército de Libertação Nacional (ELN, guevarista) iniciam um cessar-fogo unilateral até 28 de maio devido às eleições presidenciais.

9 de junho: As FARC iniciam um novo cessar-fogo, em vigor até 30 de junho, devido às segunda volta das presidenciais.

17 de dezembro: As FARC anunciam pela primeira vez um cessar-fogo unilateral e o fim das hostilidades por período indefinido a partir de 20 de dezembro, após progressos das negociações de Havana.

2015

10 de março: o Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, ordena a suspensão por um mês dos bombardeamentos a acampamentos das FARC, decisão que considera "um passo lógico" face ao fim das hostilidades decretado pela guerrilha, uma medida que prorroga por 30 dias em 9 de abril.

15 de abril: 11 militares são mortos num ataque das FARC no departamento de Cauca (sudoeste). Em resposta ao ataque, Juan Manuel Santos ordena o recomeço dos bombardeamentos.

21 de maio: O Presidente colombiano confirma que 26 guerrilheiros das FARC foram mortos numa operação conjunta da Força Aérea e do Exército na zona de Guapí (Cauca).

22 de maio: As FARC suspendem o cessar-fogo unilateral após o bombardeamento em Guapí.

23 de junho: A DF diz que, no primeiro mês desde a suspensão do cessar-fogo, as FARC efetuaram 38 ataques contra civis.

8 de julho: As FARC anunciam um cessar-fogo unilateral durante um mês a partir de 20 de julho.

10 de julho: As partes em diálogo anunciam em Havana um plano para reduzir a intensidade do conflito e facilitar a obtenção de acordos que permitam obter um cessar-fogo bilateral e definitivo.

20 de julho: Tem início um novo cessar-fogo unilateral pelas FARC, no dia em que a Colômbia celebra o 205.º aniversário da independência.

2016

10 de maio: O ministro da Defesa colombiano, Luis Carlos Villegas, afirma que as FARC violarem em três ocasiões o cessar-fogo com ataques de franco-atiradores a militares no departamento de Caquetá (sul).

22 de junho: O Governo de Bogotá e as FARC anunciam um cessar-fogo bilateral e o fim definitivo das hostilidades.

Lusa

  • Debate quinzenal no Parlamento: veja em direto e comente

    País

    As políticas de descentralização foram o tema escolhido pelo Governo para o debate quinzenal, mas a situação na Caixa Geral de Depósitos também deve marcar os trabalhos na Assembleia da República. Acompanhe aqui a discussão e participe no Minuto a Minuto SIC/Parlamento Global.

    Direto

  • Prioridades para a CGD: cortar custos e aumentar receitas
    2:16

    Caso CGD

    O principal objetivo do plano estratégico para a Caixa Geral de Depósitos, a que a SIC teve acesso, é cortar custos e aumentar receitas. A grande aposta da nova administração passa por apertar as regras para emprestar dinheiro e, por outro lado, recuperar o crédito que não está a ser pago.

  • Turismo da Madeira investe mais de 3 milhões de euros no programa de festas
    2:22

    País

    A Madeira já vive a época de Natal. O turismo da região investiu mais de 3 milhões de euros no programa de festas de Natal e Fim de Ano para atrair os turistas. Os residentes e também turistas aproveitam para desfrutar do ambiente mágico proporcionado pelas tradicionais iluminações à mistura com as decorações e gastronomia típicas da quadra.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.