sicnot

Perfil

Mundo

As etapas mais importantes do cessar-fogo na Colômbia

O acordo bilateral de cessar-fogo e o fim definitivo das hostilidades assinado hoje em Havana pelo Governo colombiano e as FARC perspetivam o fim de meio século de conflito armado com a guerrilha mais antiga do continente americano.

© John Vizcaino / Reuters

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, marxistas) tinham declarado por seis vezes o cessar-fogo desde o início das atuais conversações de paz em novembro de 2012, com o Governo a responder através de medidas para reduzir a intensidade do conflito, apesar de nunca ter ordenado às suas tropas o fim das operações militares.

Desde o início do diálogo em Havana registaram-se diversas tentativas de cessar-fogo.

2012

19 de novembro: As FARC anunciam no local onde decorrem as conversações de paz em Havana um cessar-fogo unilateral de dois meses e que entra em vigor no dia seguinte.

20 de novembro: O cessar-fogo tem início e termina em janeiro de 2013. A "Defensoría del Pueblo" (DF), uma instituição oficial de direitos humanos, que o cessar-fogo foi violado 57 vezes pelas FARC.

2013

15 de dezembro: Cessar-fogo unilateral das FARC por 30 dias devido aos festejos do Natal.

2014

20 de maio: As FARC e o Exército de Libertação Nacional (ELN, guevarista) iniciam um cessar-fogo unilateral até 28 de maio devido às eleições presidenciais.

9 de junho: As FARC iniciam um novo cessar-fogo, em vigor até 30 de junho, devido às segunda volta das presidenciais.

17 de dezembro: As FARC anunciam pela primeira vez um cessar-fogo unilateral e o fim das hostilidades por período indefinido a partir de 20 de dezembro, após progressos das negociações de Havana.

2015

10 de março: o Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, ordena a suspensão por um mês dos bombardeamentos a acampamentos das FARC, decisão que considera "um passo lógico" face ao fim das hostilidades decretado pela guerrilha, uma medida que prorroga por 30 dias em 9 de abril.

15 de abril: 11 militares são mortos num ataque das FARC no departamento de Cauca (sudoeste). Em resposta ao ataque, Juan Manuel Santos ordena o recomeço dos bombardeamentos.

21 de maio: O Presidente colombiano confirma que 26 guerrilheiros das FARC foram mortos numa operação conjunta da Força Aérea e do Exército na zona de Guapí (Cauca).

22 de maio: As FARC suspendem o cessar-fogo unilateral após o bombardeamento em Guapí.

23 de junho: A DF diz que, no primeiro mês desde a suspensão do cessar-fogo, as FARC efetuaram 38 ataques contra civis.

8 de julho: As FARC anunciam um cessar-fogo unilateral durante um mês a partir de 20 de julho.

10 de julho: As partes em diálogo anunciam em Havana um plano para reduzir a intensidade do conflito e facilitar a obtenção de acordos que permitam obter um cessar-fogo bilateral e definitivo.

20 de julho: Tem início um novo cessar-fogo unilateral pelas FARC, no dia em que a Colômbia celebra o 205.º aniversário da independência.

2016

10 de maio: O ministro da Defesa colombiano, Luis Carlos Villegas, afirma que as FARC violarem em três ocasiões o cessar-fogo com ataques de franco-atiradores a militares no departamento de Caquetá (sul).

22 de junho: O Governo de Bogotá e as FARC anunciam um cessar-fogo bilateral e o fim definitivo das hostilidades.

Lusa

  • Novas imagens dos momentos após Khalid Masood ter embatido no muro do Parlamento britânico
    1:35
  • Parlamento português pede demissão de Dijsselbloem

    País

    A Assembleia da República foi hoje unânime na condenação das polémicas declarações do presidente do Eurogrupo, mas recusou um ponto pela rejeição de diversos compromissos com a União Europeia (UE) exigida pelo PCP.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • Como se resolve a falta de espaço numa cidade chinesa?
    1:07