sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte exclui recomeço das conversações sobre programa nuclear

A Coreia do Norte "não tem ideias" de retomar as conversações a seis sobre o seu programa nuclear, afirmou hoje uma dirigente de Pyongyang, em Pequim, apesar dos repetidos apelos da China, o seu mais próximo aliado.

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte

© Damir Sagolj / Reuters

A Coreia do Norte deixou as negociações, que tinham o objetivo de suspender o seu programa de armas nucleares, em 2009 e, pouco depois, realizou o seu segundo ensaio atómico.

As conversações, organizadas pela China, incluem a Coreia do Sul, Estados Unidos, Rússia e Japão.

Pequim quer retomar as negociações, apesar de Washington, Seul e Tóquio insistirem que Pyongyang -- que lançou dois mísseis esta semana -- tem primeiro de dar passos no sentido da desnuclearização.

Choe Son-Hui, do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Coreia do Norte, disse em Pequim: "Por agora, não temos ideias de participar em negociações para discutir a desnuclearização da Coreia do Norte".

A dirigente está na capital chinesa para participar num fórum de segurança anual, que inclui representantes das seis partes.

"Nestas circunstâncias, em que está presente a política hostil norte-americana, a DPRK [Coreia do Norte] não está em posição de discutir da desnuclearização da península coreana", disse aos jornalistas.

Lusa

  • Marcelo Rebelo de Sousa avisou que depois das autárquicas viria um novo ciclo. A lógica levou-nos a assumir que estava a falar do PSD, mas hoje, olhando para a situação política, devemos também incluir nessa previsão a “geringonça” e os seus equilíbrios. Não acredito que as coisas mudem até às legislativas, mas as contas só se fazem depois dos votos das autárquicas. Até lá, o tom de voz das esquerdas vai engrossar.

    Bernardo Ferrão

  • Milhares na cidade da justiça de Barcelona
    1:44
  • Detido 5º suspeito do atentado de Barcelona

    Mundo

    As autoridades espanholas detiveram hoje na região de Valência um cidadão marroquino de 24 anos, residente em Espanha, por alegada colaboração com o grupo islâmico responsável "pelos atentados terroristas" em Barcelona, em agosto.

  • A corrida ao iPhone 8 no Japão, China e Austrália
    2:04
  • Presidente das Filipinas pede que matem o filho se estiver envolvido nas drogas

    Mundo

    O Presidente das Filipinas pediu que matassem o seu filho se as acusações de que traficava droga fossem provadas. Rodrigo Duterte destacou ainda que, caso fosse verdade, iria proteger as autoridades que executassem Paolo Duterte. Em causa está a acusação de que o filho do Presidente filipino faria parte da máfia chinesa, que contrabandeia drogas, vindas da China para dentro do país.

    SIC

  • Espanhola tenta provar há sete anos que está viva

    Mundo

    Uma mulher de 53 anos está há sete anos a tentar provar que está viva. Segundo o Estado espanhol, Juana Escudero Lezcano morreu a 13 de maio de 2010, mas na realidade quem morreu foi uma mulher com o mesmo nome e data de nascimento.

    SIC