sicnot

Perfil

Mundo

Etiópia vai deitar fora 69 milhões de preservativos defeituosos

A Etiópia vai deitar fora 69 milhões de preservativos financiados pelo Fundo Mundial de Luta Contra a SIDA devido à sua má qualidade, informou hoje a rádio local Fana.

© Chaiwat Subprasom / Reuters

Fabricados por uma empresa indiana, os preservativos revelaram-se defeituosos em testes em laboratório, segundo a agência de financiamento e abastecimento farmacêutico (PFSA, na sigla em inglês) da Etiópia.

O diretor da PFSA, Meskele Lera, disse ter iniciado o processo para obter um "reembolso do dinheiro e a cobertura dos custos de escoamento", adiantou a Fana.

Os preservativos tinham sido comprados pelas autoridades etíopes graças a uma doação do Fundo Mundial de Luta Contra a SIDA. Cerca de 1,2 milhões de etíopes vivem com o VIH, segundo números da Organização Mundial de Saúde, sendo a prevalência do vírus na população de 2,4%.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.