sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal Constitucional recusa encontro com familiares de ativistas angolanos detidos

O presidente do Tribunal Constitucional de Angola, Rui Ferreira, indeferiu esta quinta-feria, o pedido de audiência de familiares de 17 jovens ativistas angolanos, a cumprirem penas de até oito anos e meio de prisão.

Ativistas angolanos, no Tribunal de Benfica, em Luanda.Novembro de 2015.

Ativistas angolanos, no Tribunal de Benfica, em Luanda.Novembro de 2015.

PAULO JULIÃO/LUSA

Um grupo de 14 pessoas deslocou-se esta quinta ao Tribunal Constitucional para questionar aquele tribunal sobre o andamento do recurso que aponta inconstitucionalidade nos crimes pelos quais foram condenados em primeira instância pelo Tribunal de Luanda, nomeadamente o crime de atos preparatórios de rebelião e associação de malfeitores.

Sem marcação prévia para a audiência com Rui Ferreira, o grupo foi encaminhado para a secretaria judicial, tendo sido informado pelo responsável daquele departamento que o processo corre os seus trâmites legais.

Face à insistência dos familiares em serem recebidos pelo presidente do Tribunal Constitucional, foi-lhes recomendado que fosse feito o pedido de audiência por escrito.

O pedido foi indeferido, tendo sido transmitido que o processo está a correr os seus trâmites dentro da maior celeridade possível.

Aos familiares foi ainda informado que o presidente do Tribunal Constitucional não vai receber "ninguém" no âmbito deste processo "para não se abrirem procedentes".

Em declarações à imprensa, Esperança Gonga, mulher do ativista Domingos da Cruz, a cumprir a pena máxima de oito anos e seis meses, disse que o objetivo da sua ida ao tribunal teria tido êxito se lhes tivesse sido dada uma data da libertação dos seus familiares.

"O nosso maior interesse é saber se serão libertos ou não, ter uma data prevista para isso, o que não tivemos, fomos informados que os advogados serão notificados e temos acompanhado constantemente e se for necessários voltamos outra vez aqui ao tribunal", disse Esperança Gonga.

Por sua vez, Elsa Caholo, irmã de Osvaldo Caholo, condenado a dois anos e três meses de prisão, corroborou que será frequente a presença dos familiares no tribunal para usufruir do direito à informação.

O recurso interposto pela defesa aponta inconstitucionalidades sobre "vários vícios processuais" e a "violação de direitos fundamentais como de reunião e expressão".

Os 17 ativistas foram condenados a 28 de março e apesar de ter admitido os recursos imediatamente interpostos pela defesa - anunciados para os tribunais Supremo e Constitucional -, alegando que se tratavam de penas de prisão maior (mais de dois anos), o juiz da causa, Januário Domingos, não suspendeu a execução da pena e no mesmo dia foram emitidos e concretizados os mandados de condução à cadeia para todos.

Lusa

  • "Foi o momento mais difícil da minha vida", disse a ministra emocionada
    3:24
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35

    País

    A Força Aérea portuguesa é a única força militar, para além da norte-americana, que pode mexer em praticamente todo o motor de um caça F-16. Na base aérea de Monte Real há uma fábrica de caças que pode levar o país a comprar mais aviões às peças, para revender a outras forças militares.

  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • Fui contactado por um espectador do “Contas-Poupança” (quartas-feiras, Jornal da Noite, SIC) e leitor do blogue www.contaspoupanca.pt, que foi surpreendido com uma carta do banco a aumentar o spread porque um dos serviços que tinha subscrito tinha sido extinguido. Neste caso específico, a domiciliação de ordenado. Ora, o cliente ficou estupefacto porque não mudou de empresa, não foi despedido nem tinha havido nenhuma alteração no recebimento do ordenado naquela conta.

    Pedro Andersson

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Temer acusado de prejudicar Polícia Federal
    2:36
  • Trump interrompe telefonema para elogiar jornalista

    Mundo

    A jornalista irlandesa Caitriona Perry viu-se esta terça-feira envolvida num momento que a própria classificou de "bizarro": um encontro inesperado com Donald Trump, que interrompeu um telefonema com o primeiro-ministro irlandês para... a elogiar.

    SIC

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.