sicnot

Perfil

Mundo

Um pequeno sapo parou os bulldozers no Canadá

Tem 2,5 centímetros de comprimento mas conseguiu parar as máquinas. O Governo canadiano aprovou quarta-feira de urgência uma lei para proteger um pequeno sapo, cujo habitat em Montréal está ameaçado pela urbanização.

James Harding / Michigan State University

A lei entra em vigor a 17 de julho e visa proteger o habitat do Pseudacris triseriata - Sapo coro do Ocidente - num território com 2 km2 em Montréal, anunciou a ministra do Ambiente, Catherine McKenna.

Esta decisão governamental impedirá assim a construção de 171 casas de um projeto imobiliário que já conta com mil unidades construídas.

O sapo é uma das espécies em risco registada pelo Governo do Canadá. Mede no máximo 2,5 centímetros e a cor varia entre o castanho e o verde azeitona.Vive nas zonas húmidas do sul do Quebeque e de Ontário, mas é considerada espécie em perigo desde 2010.

Na região ao sul de Montréal, mais de 90% da área do habitat do sapo desapareceu, sobretudo devido aos projetos imobiliários, agora travados pelo Governo.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.