sicnot

Perfil

Mundo

Schulz diz que vai iniciar negociações para a saída do Reino Unido da UE

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, anunciou hoje que vai iniciar as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia, após o referendo de quinta-feira, em que esta opção foi a mais votada.

"Uma situação de incerteza durante anos não é do interesse de qualquer das partes", disse Schulz, em declarações ao programa da manhã da televisão pública alemã ZDF.

O presidente do Parlamento Europeu salientou que a União Europeia "vai negociar a sério com o Reino Unido, que, no futuro, será tratado como 'terceiro país".

"Respeitamos o resultado, o Reino Unido decidiu sair", frisou.

Martin Schulz considerou que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, é parcialmente responsável pela derrota dos partidários que defendiam a permanência na União Europeia, acrescentando que o chefe do Governo britânico assume "uma grande responsabilidade".

Questionado sobre se a decisão do 'Brexit' vai realmente ser aplicada, Schulz disse que "não se pode consultar as pessoas e depois dizer que o resultado não interessa".

O presidente do PE disse ainda estar convencido de que o 'Brexit' não vai resultar na saída de outros países da União Europeia.

"Haverá uma reação em cadeia", disse Schulz, acrescentando: "Eu não acho que outros países serão incentivados a empreender por este caminho perigoso".

Na próxima terça-feira está prevista a realização de uma sessão especial do Parlamento Europeu.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia, depois de o 'Brexit' ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, segundo os resultados finais.

Os defensores da saída do Reino Unido do bloco europeu tiveram 17,41 milhões de votos e os partidários da permanência na União Europeia obtiveram 16,14 milhões de votos, de acordo os dados divulgados no portal da BBC, após ter terminado o apuramento em todos os 382 círculos eleitorais.

Os resultados do referendo fizeram cair a libra para o valor mais baixo desde 1985

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.