sicnot

Perfil

Mundo

Schulz diz que vai iniciar negociações para a saída do Reino Unido da UE

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, anunciou hoje que vai iniciar as negociações para a saída do Reino Unido da União Europeia, após o referendo de quinta-feira, em que esta opção foi a mais votada.

"Uma situação de incerteza durante anos não é do interesse de qualquer das partes", disse Schulz, em declarações ao programa da manhã da televisão pública alemã ZDF.

O presidente do Parlamento Europeu salientou que a União Europeia "vai negociar a sério com o Reino Unido, que, no futuro, será tratado como 'terceiro país".

"Respeitamos o resultado, o Reino Unido decidiu sair", frisou.

Martin Schulz considerou que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, é parcialmente responsável pela derrota dos partidários que defendiam a permanência na União Europeia, acrescentando que o chefe do Governo britânico assume "uma grande responsabilidade".

Questionado sobre se a decisão do 'Brexit' vai realmente ser aplicada, Schulz disse que "não se pode consultar as pessoas e depois dizer que o resultado não interessa".

O presidente do PE disse ainda estar convencido de que o 'Brexit' não vai resultar na saída de outros países da União Europeia.

"Haverá uma reação em cadeia", disse Schulz, acrescentando: "Eu não acho que outros países serão incentivados a empreender por este caminho perigoso".

Na próxima terça-feira está prevista a realização de uma sessão especial do Parlamento Europeu.

Os eleitores britânicos decidiram que o Reino Unido vai sair a União Europeia, depois de o 'Brexit' ter conquistado 51,9% dos votos no referendo de quinta-feira, segundo os resultados finais.

Os defensores da saída do Reino Unido do bloco europeu tiveram 17,41 milhões de votos e os partidários da permanência na União Europeia obtiveram 16,14 milhões de votos, de acordo os dados divulgados no portal da BBC, após ter terminado o apuramento em todos os 382 círculos eleitorais.

Os resultados do referendo fizeram cair a libra para o valor mais baixo desde 1985

  • Sabe onde fica a Nambia? Algures em África, segundo Trump

    Mundo

    "O sistema de saúde na Nambia é incrivelmente autossuficiente", declarou o Presidente dos Estados Unidos num discurso proferido num almoço com líderes africanos. No encontro, realizado esta quarta-feira à margem da 72.ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque, Donald Trump repetiu o erro. Os utilizadores das redes sociais não perdoaram mais este "lapso" do chefe de Estado norte-americano.

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • Yoko Ono obriga limonada "John Lemon" a mudar de nome

    Cultura

    A viúva do Beatle John Lennon ameaçou processar uma empresa de bebidas polaca por causa da limonada "John Lemon". Yoko Ono não terá gostado do trocadilho entre Lennon e Lemon (limão, em inglês) e quer ver toda e qualquer garrafa com este rótulo retirada do mercado.