sicnot

Perfil

Mundo

Ataque a um hotel na capital da Somália com registo de explosões e tiros

Um hotel da capital da Somália, Mogadíscio, estava a ser alvo hoje à tarde de um ataque, com o registo de uma forte explosão e vários tiros de armas automáticas, segundo testemunhos locais, citados pela agência francesa AFP.

© Feisal Omar / Reuters

"Há registo de tiros no interior do hotel. Os tiros começaram após uma forte explosão", relatou à AFP Abdihafid Mudey, um homem que vive perto do hotel atacado, o Naasa Hablood.

"Não sabemos o que está a acontecer, porque estamos deitados no chão" por motivos de proteção, acrescentou a testemunha.

Várias fontes dos serviços locais de segurança confirmaram à AFP que um ataque estava em curso no hotel, mas não adiantaram mais pormenores.

Por volta das 16:30 hora local (14:30 hora de Lisboa) os correspondentes da AFP em Mogadíscio ouviram uma forte de explosão. Um repórter fotográfico da agência noticiosa francesa deslocou-se à zona do hotel e ouviu vários tiros de armas automáticas.

Este ataque acontece pouco mais de três semanas depois de um outro ataque que teve como alvo o hotel Ambassador, também em Mogadíscio. No ataque de 01 de junho morreram 10 pessoas.

O Naasa Hablood é um hotel muito frequentado por políticos e residentes estrangeiros. Está situado na zona norte da capital.

Nos últimos meses, os insurgentes islâmicos somalis 'shebab', que juraram destruir o governo da Somália, realizaram vários ataques contra restaurantes e certos hotéis de Mogadíscio.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51