sicnot

Perfil

Mundo

Mahmoud Abbas rejeita acusações de antissemitismo dirigidas contra si

O Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, defendeu-se hoje de "todas as acusações" de antissemitismo, depois de ter sido acusado de ter caluniado os judeus em declarações no Parlamento Europeu.

© Mohamad Torokman / Reuters

"A Palestina é o berço de três religiões monoteístas e rejeitamos os ataques contra todas as religiões", afirmou Abbas através de um comunicado.

Em declarações na última quinta-feira em árabe - aparentemente improvisadas - perante o Parlamento Europeu e difundidas pela televisão da União Europeia, Abbas afirmou que recentemente "alguns rabinos em Israel pediram claramente ao seu Governo para envenenar a água para matar os palestinianos".

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, acusou Abbas na quinta-feira de "propagar difamações no Parlamento Europeu".

Abbas explicou hoje que "as supostas declarações de um rabino, divulgadas por muitos órgãos de comunicação social, revelaram-se sem fundamento".

O Presidente palestiniano afirmou ainda que não teve "a intenção de se referir especificamente ao judaísmo ou de ferir o povo judeu em todo o mundo". Acrescentou também "condenar todas as acusações de antissemitismo" dirigidas a si e ao povo palestiniano.

O Conselho Representativo das Instituições Judaicas de França (CRIF), fórum político da primeira comunidade judaica na Europa, acusou na passada sexta-feira Abbas de "propagar caricaturas antijudaicas", subinhando que estas alimentam o ódio antissemita.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.